Cidadeverde.com

Prefeitura garante construção de 300 casas que estavam com obra paralisada

 

Em visita à prefeita Jôve Oliveira Monteiro, Neide Carvalho, diretora executiva da Famcc- Federação das Associações de Moradores e Conselhos Comunitários do Piauí,  confirmou a construção das 300 casas do residencial Antonia Flor em Piripiri que estavam paralisadas.

“ Somos uma entidade que tem 25 anos e teve questões da conjuntura politica atual que impediram essa construção, o governo federal atual fechou o  Ministério das Cidades, o Minha Casa, Minha Vida faixa 1 para pessoas que recebem de  0 a 1 salário mínimo e ficamos sem recursos para obras, o residencial ficou dois anos paralisado, sofremos ataques  e lhe digo que foram uma série de mentiras e estamos iniciando uma nova caminhada e essa nova gestão vai nos ajudar, pois ela quer o melhor pra Piripiri”, disse Neide.

Desde 2017 que a obra estava parada, pois a ex-gestão municipal negou um alvará para as obras continuarem. Segundo Neide, a  gestão Wellington Dias, atual governador do Estado possibilitou uma parceria entre o Estado, a ADH –Agência de Desenvolvimento Habitacional do Estado do Piauí, FARC e a Caixa,  onde será injetado 2.546.000, 00 para fazer o reajuste da obra que possibilita a conclusão do residencial.

“ Foi uma notícia ótima e agora sim, temos confiança que essas casas irão sair pois será prioridade nossa entregarmos esse trabalho, por amor a Piripiri e  ao nosso povo”, concluiu a prefeita Jôve.

Fonte: Ascom