Cidadeverde.com

Capotamento mata pai e filho de seis meses na BR-135; rodovia fez 43 vítimas neste ano

  • prf-5.jpg Foto: PRF/PI
  • prf-4.jpg Foto: PRF/PI
  • prf-3.jpg Foto: PRF/PI
  • prf-2.jpg Foto: PRF/PI
  • prf-1.jpg Foto: PRF/PI
  • corrente-5.jpg Foto: Portal Corrente
  • corrente-4.jpg Foto: Portal Corrente
  • corrente-3.jpg Foto: Portal Corrente
  • corrente-2.jpg Foto: Portal Corrente
  • corrente-1.jpg Foto: Portal Corrente

O capotamento de um carro na BR-135 matou duas pessoas da mesma família, entre elas um bebê de seis meses, no município de Corrente (PI), 874 quilômetros ao Sul de Teresina (PI). Pai e filho morreram na tragédia, enquanto a mãe e um irmão do bebê ficaram feridos. 

O acidente aconteceu na tarde da última quinta-feira (5), no quilômetro 609 da BR-135, que ficou conhecida como "rodovia da morte" por conta das condições precárias de tráfego e quantidade elevada de acidentes. Com este último caso, já são 43 mortes na estrada só em 2017. 

A Polícia Rodoviária Federal confirmou que o capotamento da Strada Adventure de placa PAD-0241, do Distrito Federal, ocorreu por volta de 14h30 de ontem. O motorista Herculano de Carvalho Filho, 38 anos teria perdido o controle do carro em uma ultrapassagem. A tragédia matou o condutor e seu filho de seis meses, identificado como Arthur. 

Na tragédia, a esposa do motorista, Alessandra Amador Miranda, 34 anos, e outro filho do casal, Gustavo Miranda de Carvalho, de 8 anos, sofreram ferimentos leves. 

No início de setembro, uma cabeleireira morreu em acidente na mesma rodovia, próximo a Bom Jesus. Dias depois, manifestantes de quatro cidades fecharam a BR-135 em pontos diferentes e cobraram melhorias na trafegabilidade. Sem acostamento, o trecho possui desníveis de até 30 centímetros em relação às margens da pista. A bancada federal do Piauí se comprometeu a destinar recursos para obras na região. 

Fábio Lima (com informações do Portal Corrente)
fabiolima@cidadeverde.com