Odival Andrade acusa ex-prefeito de desvio e Marden Menezes rebate acusações

A Prefeitura de Piripiri (a 157 km de Teresina) comunicou nesta sexta-feira (19) que foi notificada por um débito previdenciário no valor de R$ 12 milhões. Segundo a nota, a notificação seria referente a fiscalização em todos os balancetes do exercício de 2011, quando o prefeito da cidade era Luiz Meneses.

No comunicado, a prefeitura afirma que foram detectadas irregularidades como pagamentos de servidores e prestadores de serviços que não teriam sido informados à Receita Federal. Segundo a prefeitura, os pagamentos foram feitos, mas os descontos previdenciários não teriam sido realizados, portanto, não repassados à Receita.

Do outro lado, o deputado estadual Marden Menezes, filho do ex-prefeito Luiz Menezes, afirmou ao Cidadeverde.com que todas as informações divulgadas pelo então prefeito Odival Andrade, tratam-se de informações falsas e acrescenta que não existe nenhum processo contra o ex-prefeito.

"Essa informação é falsa. Não existe nenhum processo contra o ex-prefeito Luiz Menezes. É algo muito simples. O município de piripiri em 2011 criou o seu fundo próprio de previdência. É óbvio que se está criado o fundo de previdência, todas as contribuições passam a ser creditadas na conta do município e não do Governo Federal", explicou o deputado.

O deputado acrescenta que o objetivo da divulgação das denúncias é desgastar sua candidatura à reeleição. "Eles citam meu nome na divulgação exatamente com a única intenção de desgastar minha candidatura. Não existe nenhuma ação movida pelo Ministério Público contra Luiz Menezes e isso é uma calúnia para criar um fato e atrapalhar a campanha. Um fato inverídico",pontuou Marden, que garantiu que entrará com uma ação por calúnia e difamação pelas notícias divulgadas.

O prefeito Odival Andrade, afirma que a notificação é “herança maldita” deixada pelo ex-prefeito e que irá dificultar ainda mais a gestão atual. “Desde que assumi, essa vem sendo a toada: desmandos, débitos, desvios deixados pela gestão passada, que só atrapalham a governabilidade do município. Faremos nossa parte, mas os responsáveis pelos desmandos serão punidos”, disse Odival.
 
A Prefeitura de Piripiri tem 30 dias para analisar o relatório da Receita Federal, apresentar defesa e propor parcelamento do débito apresentado. A Assessoria Jurídica do Município de Piripiri informou que já prepara representação criminal e cível, especialmente para responsabilizar o ex-prefeito, pedindo ressarcimento do prejuízo causado ao Município, e, na seara penal, podendo chegar até o pedido de prisão do ex-gestor.


Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Por conta da seca, carros-pipa abastecem comunidades de Piripiri

Dez comunidades rurais de Piripiri estão recebendo água através de carros-pipa por conta da seca. A medida emergencial é da prefeitura e da Defesa Civil Municipal para garantir água onde os poços existentes não conseguem atender a demanda das comunidades.


As comunidades atendidas com o reforço no abastecimento são Pitombeira, Chã dos Lopes, Mangueira, Angical dos Barbosas, Angical dos Medeiros, Morro Grande, Açude Novo, Buriti Grande, Açude da Baixa e Assentamento Residência. A prefeitura estima que cerca de 160 famílias vivam nesses povoados.

"Estamos atendendo às solicitações dos moradores, após comprovar que os poços existentes nessas comunidades não conseguem abastecer todas as residências nesse período de seca", explicou o prefeito Odival Andrade, ressaltando que a maior parte dessas famílias vivem das atividades agrícolas.

O prefeito informou, também, que os moradores de outras regiões de Piripiri que estiverem precisando de abastecimento através de carros-pipa devem preencher um cadastro na Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra). O objetivo é organizar um cronograma de abastecimento para que o atendimento chegue a todas as comunidades necessitadas.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Centro de Reabilitação de Piripiri realiza 100 atendimentos por dia

Com pouco mais de dois meses de funcionamento, o Centro de Reabilitação Municipal Adhemar Getirana Neto, em Piripiri, já realiza uma média de 100 atendimentos por dia. São vários serviços de saúde ofertados de forma gratuita à população, inclusive no turno da noite.


O centro tem estrutura adequada e profissionais que ofertam atendimentos de fisioterapia nas áreas traumato-ortopédica, neurológica, respiratória, uroginecológica e obstétrica. Há ainda sessões de hidroterapia, hidroginástica, pilates, reeducação postural global e acupuntura.

Os atendimentos são marcados através da Central de Regulação de Piripiri, sendo que o local funciona nos turnos manhã, tarde e noite. Após o encaminhamento, o paciente passa por uma avaliação da equipe de profissionais para identificar as terapias mais adequadas ao seu quadro clínico.

"Os serviços têm beneficiado uma parcela da população que não tem condição financeira de arcar com esses atendimentos de saúde. Além disso, há também os casos de pacientes que trabalham e não têm tempo de ser atendido durante o dia", destaca o prefeito de Piripiri, Odival Andrade.

O centro de reabilitação foi inaugurado em julho deste ano. Antes, o serviço de fisioterapia em Piripiri era ofertado no Centro de Saúde Dr Adauto Coelho de Resende.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Torneio Comunitário de Piripiri começa nesta quarta (17) e reunirá mais de mil atletas

Começa nesta quarta-feira (17) o I Torneio Comunitário de Piripiri, que reunirá 1.164 atletas em disputas nas modalidades de vôlei, handebol, futsal e futebol. A abertura será realizada na quadra Átila Lira, a partir das 18h.


No torneio, as quatro modalidades serão disputadas nas categorias feminina e masculina. O futsal teve o maior número de equipes inscritas, com 39 times disputando. Em seguida, vem o futebol com 34 inscritos, o handebol com 10 e vôlei com 8 times concorrendo.  

Além de organizar o evento, a Prefeitura Municipal de Piripiri,  através da Secretaria Municipal de Juventude Cultura e Esporte (Sejuce), entregou 528 chuteiras e 636 tênis para os atletas que disputarão o torneio. Eles também receberam o uniforme, composto por blusa, calção e meião.

"Temos trabalhado para promover competições e incentivar a prática esportiva em nossa cidade, com atenção especial para a valorização dos atletas amadores", afirma Menandro Brito, secretário da Sejuce.

Os jogos do torneio devem acontecer até o próximo mês de outubro, com as disputas finais previstas para o dia 22, em todas as modalidades.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Aula Inaugural reunirá 90 alunos do Pronatec em Piripiri

Acontece nesta terça-feira (16) a Aula Inaugural de quatro novas turmas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) em Piripiri. O evento será às 20h, no Colégio Irmã Ângela.

Esta etapa do projeto contempla os cursos técnicos de recepcionista, representante comercial, espanhol e artesanato à mão. As turmas serão formadas por 20 alunos, com exceção do curso de representante comercial, que ofertou 30 vagas.

As aulas serão coordenadas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), em parceria com a Secretaria Municipal do Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setas).

“Além de qualificar nossos jovens, melhorando o acesso deles ao mercado de trabalho, o projeto incrementa a economia em nossa cidade, já que os alunos recebem ajuda de custo para as aulas”, destaca o prefeito Odival Andrade, sobre a importância do Pronatec.

O programa foi criado pelo Governo Federal, em 2011, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Todos os cursos são gratuitos.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Escolas públicas de Piripiri têm Ideb acima da média nacional

Duas escolas públicas de Piripiri tiveram nota de destaque no ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado este mês, pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC). As instituições de ensino superaram a meta estabelecida pelo Governo Federal para o ano de 2022, que é de 6 pontos.


A Unidade Escolar Padre Freitas atingiu 6.4, enquanto o Centro Educativo Municipal Antônio Ferreira Neto chegou a 6 pontos. De acordo com o MEC, as escolas brasileiras têm até o ano de 2022 para alcançar este patamar no Ideb, que mede a qualidade da educação básica no país.

No geral, o MEC mostrou as escolas públicas de Piripiri avançaram no Ideb, se comparados os índices atuais aos últimos números, divulgados em 2011. No Ensino Fundamental I, onde é avaliado o desempenho dos alunos da 4ª série ou 5º ano, a média do Ideb passou de 4 para 4.5 pontos em 2013. Já no Ensino Fundamental II, que avalia os alunos de 8ª série ou 9º ano, a média subiu de 3.8 para 4.1 no município.
 
“Temos trabalhado com planejamento e compromisso para que nossos alunos tenham acesso a uma educação de qualidade em nosso município. A melhoria do ensino em Piripiri é reflexo das ações do poder público municipal em prol da educação, especialmente com a valorização de professores e a melhoria da estrutura física das escolas.”, disse secretária municipal de Educação, Eliana Teles.


A gestora destaca ainda que seis alunos da rede municipal de Piripiri foram classificados na primeira etapa da Olimpíada Brasileira de Português deste ano. 

"Em 2013, um aluno da zona rural recebeu um diploma de menção honrosa pela sua pontuação nas Olimpíadas Brasileiras de Matemática e nesta semana, mais uma vez, recebemos o comunicado do MEC sobre a disputa", finaliza Teles. 


Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Deficiente físico é agredido por assaltantes ao voltar para casa

O deficiente físico Erinaldo Sousa Almeida, 28 anos, foi agredido por um três assaltantes, quando voltava para casa, na madrugada de segunda-feira (8). De acordo com informações do site Piripiri Repórter, ele estava no bairro Flor dos Campos indo em direção ao residencial José Amâncio, onde mora, quando foi abordado pelo trio. 



Os criminosos levaram seu celular e uma quantia em dinheiro não revelada. 

Erinaldo estava saindo de uma festa em um clube da cidade e foi atacado por volta das 2h. Um taxista teria ajudado a socorrer a vítima, durante o ataque e os agressores fugiram. 



Com informações do Piripirirepórter
Editoria Cidades
cidades@cidadeverde.com

Ciclista discute com motorista e é atropelado por ônibus

Um ciclista morador do bairro Crioli foi atropelado na manhã desta segunda-feira (8) na BR 343, próximo à Uespi de Piripiri. Segundo informações de populares, ele discutiu com o motorista do ônibus, que dirigiu em direção à vítima, derrubando-a. 

De acordo com informações do Ronda Cidadão, a vítima sofreu escoriações e cortes e foi encaminhado ao Hospital Regional Chagas Rodrigues. O ciclista foi sedado porque ficou bastante agitado e teria problemas mentais. 

A polícia ainda busca informações sobre o ônibus a fim de encontrar o motorista que pode ser indiciado por tentativa de homicídio. 

Carlos Lustosa Filho
redacao@cidadeverde.com


Três mil pessoas participam do Desfile de 7 de setembro em Piripiri

O desfile cívico de 7 de Setembro em Piripiri atraiu cerca de três mil pessoas à avenida Tomaz Rebelo, no Centro. Este ano, o evento teve como tema o esporte e, além de estudantes da rede pública de ensino, também desfilaram as tropas do Exército e da Polícia Militar.


O desfile aconteceu no final da tarde desse domingo (7). Alunos de 15 escolas municipais e duas escolas estaduais se apresentaram no evento. Em seguida, foi a vez das tropas da Polícia Militar e do Exército Brasileiro entrarem na avenida e encerrarem o desfile.

O prefeito Odival Andrade fez a abertura do 7 de setembro em Piripiri e destacou a importância do desfile. "Eventos como esses servem para despertar o civismo nas pessoas. É a celebração do povo à pátria", diz Odival.

O desfile contou ainda com a presença de várias autoridades, entre elas o comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, major Erisvaldo Viana, e o capitão do Exército, Adilson Gomes.




Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Dupla instala "chupa-cabra" em banco e faz mais de 40 vítimas

A Polícia Civil de Piripiri prendeu uma dupla acusada de clonar cartões bancários e efetuar vários saques em contas de aposentados e pensionistas. De acordo com o delegado Gustavo Jung, que comandou a operação, através de uma câmera instalada em um caixa eletrônico e um equipamento conhecido como 'chupa-cabra', os suspeitos capturavam os dados dos clientes e senhas numéricas e, a partir disso, confeccionavam cartões falsos. Desde esta quinta-feira (04), quando ocorreu a prisão, já foram registrados mais de 40 Boletins de Ocorrência.  

                               Fotos: Polícia Civil/ Divulgação
Thallys Thiago Pereira Barbosa

Gleison Pereira Claudino

O agente de Polícia Civil, Ricardo Medeiros, explica que o 'chupa-cabra' foi instalado na madrugada do dia 01 de agosto e ontem, já de posse dos cartões falsos, os acusados efetuaram vários saques. O crime ocorria no Banco do Brasil de Piripiri. 

"Começamos a investigar o caso através de informações do banco. No dia 01 de agosto, após instalar o equipamento, eles voltaram às 10h para verificar o funcionamento e à noite para retirar o chupa-cabra já com os dados dos clientes que foram usados para confeccionar os cartões falsos", explica Ricardo Medeiros. 

De acordo com informações da Polícia Civil, os dois foram identificados como Gleison Pereira Claudino, 42 anos, natural de Novo oriente- CE; Thallys Thiago Pereira Barbosa, 23 anos, natural do Distrito Federal. 

No momento da abordagem, eles estavam com vários cartões de crédito e cerca de R$ 4 mil em dinheiro. 



"Eles foram abordados na saída do banco e foram presos em flagrante. Os dois estavam hospedados em um hotel em Piracuruca onde foram encontrados computadores, pen drives, cds e outros equipamentos usados para armazenar dados. Todo o material foi apreendido e será periciado", acrescenta Medeiros.

O agente de Polícia Civil explica ainda que para cometer a fraude, os dois usavam boné e mantinham a cabeça para baixo, na tentativa de não serem identificados. Para instalar o'chupa-cabra', a dupla demorou menos de dois minutos. 

O número total de vítimas ainda está sendo contabilizado, bem como o valor do golpe. Também será investigado se outras pessoas estão envolvidas e se os acusados agiam em outra região. 

Gleison Pereira e Thallys Thiago estão presos no Complexo de Delegacias de Piripiri e devem responder pelo crime de furto mediante fraude.

"Eles agiam sempre no início da manhã e quando os clientes iam sacar o dinheiro, a conta já estava zerada. Acreditamos que existam ainda muito mais vítimas e pedimos que as pessoas compareçam à delegacia para registrar o BO e em seguida se dirijam ao banco, que vai verificar a hora do saque e imagens de câmeras de segurança para ressarcir o dinheiro", finaliza Ricardo Medeiros. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Posts anteriores