Cidadeverde.com

Jovem internado com síndrome rara morre em Teresina

O jovem Ismael dos Santos Ribeiro, internado com uma síndrome rara em Teresina morreu nesta segunda-feira (19) com leucemia.

Ismael foi diagnosticado com a síndrome de Fournier, de origem bacteriana. A doença provoca necrose nas áreas do corpo que atinge. "Ele já tinha sido diagnosticado com a síndrome que foi controlada, mas hoje saíram o resultado de outros exames enviados a São Paulo e comprovaram a leucemia", disse o pai do jovem, Manoel Santos.

A família de Ismael chegou a realizar campanhas pára doação de sangue com caravanas vindo de Piripiri para Teresina, mas o jovem não resistiu e veio a óbito.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Chefe de cozinha é esfaqueado em Piripiri e amigos denunciam homofobia

Amigos do chefe de cozinha Armando Nunes estão denunciando que o homem foi vítima de um crime de homofobia na madrugada de ontem (15), em Piripiri (157 km de Teresina). Segundo a polícia militar da cidade, um adolescente com quem o homem se relacionava o agrediu com dois golpes de faca e chegou a levar uma quantia sua em dinheiro. 

Segundo o comandante da polícia militar da cidade, major Erisvaldo Viana, o chefe de cozinha era homossexual e tinha um relacionamento com o jovem suspeito. 

"Eles discutiram, não sabemos ao certo o que houve, não sabemos se foi um crime de homofobia exatamente, mas o rapaz deu duas facadas nele, uma no braço e outra no pescoço", declarou. 

O major completou e disse que Armando está bem, não corre risco de morrer e que foi atendido e continua internado no hospital regional da cidade. 

Amigos de Armando comentaram o caso nas redes sociais. Bernadete Pessoa publicou: "Lamentável o que aconteceu. (...) Caso de homofobia, precisamos de justiça e atuação da polícia de nossa cidade. Meu repúdio pelo acontecido". 

A polícia ainda deverá apurar o motivo pelo qual os dois se desentenderam, buscando confirmar a denúncia de homofobia. 

 

Maria Romero
redacao@cidadeverde.com

Operação da PF contra fraude nas eleições tem condução em Piripiri

Uma pessoa foi conduzida coercitivamente em Piripiri durante a Operação Clístenes deflagrada pela Polícia Federal com objetivo de desarticular uma organização criminosa que prometia fraudar urnas eletrônicas nas eleições municipais de 2016.

A PF não divulgou a identificação do depoente de Piripiri, mas informou que ele foi conduzido na primeira hora desta terça-feira (13) de sua casa para prestar depoimento e em seguida foi liberado. Além de Piripiri, foram cumpridos outros três mandados de condução coercitiva em  Xangri-lá/RS, Canoas/RS.

Além destes, foram cumpridos 3 mandados de prisão preventiva, sendo 2 em Brasília/DF; e 1 em Xangri-lá/RS e 5 mandados de busca e apreensão em Canoas/RS, Xangri-lá/RS, Goiânia/GO e 2 em Brasília/DF.

A denúncia partiu de um prefeito de município da região metropolitana de Porto Alegre. Os criminosos diziam ter contato com uma empresa que atualiza o software das urnas eletrônicas e cobrariam R$ 5 milhões para, supostamente, fraudar a eleição para prefeito e R$ 600 mil para, supostamente, fraudar a eleição para vereador.

Após o cumprimento dos mandados, realizado hoje, constatou-se tratar de estelionato, pois não há indícios de que os criminosos realmente poderiam obter êxito em fraudar as urnas eletrônicas e nem mesmo teriam contato com a empresa de atualização de software.

Segundo a Secretária de Tecnologia da Informação do TRE-RS, a urna eletrônica possui mecanismos de segurança que garantem que somente os programas gerados na cerimônia de lacração, única oportunidade em que a chave de assinatura oficial dos sistemas é utilizada, possam ser executados com status de aplicação oficial. Nessa oportunidade, os programas são inspecionados, fazendo com que não haja como alguém gerar um programa malicioso para fraudar a eleição.

Os presos responderão pelos crimes de estelionato e organização criminosa, cujas penas variam de quatro a treze anos de reclusão e serão encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça Eleitoral.

O nome da operação faz referência a Clístenes, político grego antigo que levou adiante a obra de Sólon e, como este último, é considerado um dos pais da democracia.

Rayldo Pereira
Com informações de Polícia Federal
rayldopereira@cidadeverde.com

Detran promove ações educativas no trânsito de Piripiri

O Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI), por meio da Escola Piauiense de Trânsito (EPT), promove ações de educação em Piripiri, a partir desta segunda-feira (12) até a quarta-feira (14). Semana passada, o órgão esteve em União realizando palestras e blitzen educativas durante os festejos da cidade, período de grande fluxo de pessoas e veículos.

Assim como em União, a EPT vai realizar em Piripiri abordagens no trânsito para sensibilizar condutores a respeito das condutas que contribuem para um trânsito mais seguro. "Nas blitzen, nós distribuímos kits educativos e falamos sobre a importância de respeitar a sinalização e os limites de velocidade, de usar os itens de segurança e de não conduzir o veículo após ingerir bebida alcoólica", explica a educadora Larissa Caldas.

Durante todo o ano, a EPT trabalha um cronograma de atividades na capital e no interior do estado. Além da campanha permanente de educação no trânsito, o órgão também realiza campanhas pontuais com foco em questões específicas.

"Quando existe a necessidade, por conta do aumento de ocorrências de uma natureza, como acidentes envolvendo condutores alcoolizados, por exemplo, nós desenvolvemos uma campanha que trabalhe isso de uma maneira mais particular com o objetivo de bater de frente para reduzir esses dados”, informa Larissa Caldas.

Além de União e Piripiri, a EPT também tem agenda programada para o mês de setembro em Bom Jesus, no Sul do Piauí.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Família de Piripiri pede doações de sangue para jovem com síndrome rara

A família do jovem Ismael dos Santos Ribeiro, de 21 anos, está em campanha de mobilização pela doação de sangue para o rapaz, internado em Teresina com uma síndrome rara e leucemia.

Ismael foi diagnosticado com a síndrome de Fournier, de origem bacteriana. A doença provoca necrose nas áreas do corpo que atinge. "Ele já tinha sido diagnosticado com a síndrome que foi controlada, mas hoje saíram o resultado de outros exames enviados a São Paulo e comprovaram a leucemia", disse o pai do jovem, Manoel Santos.

Ismael tem o tipo sanguíneo A positivo, mas segundo a família qualquer doação recebida será bem-vinda. Um ônibus está sendo providenciado pela família só para trazer doadores de Piripiri até aqui.

"Essa vai ser a segunda viagem que fazemos de pessoas para doar. Espero que muita gente ajude meu filho", afirmou o pai do jovem,

Para doar basta ir até o HEMOPI fazer a doação destinada a Ismael dos Santos Ribeiro, internado no Hospital da Unimed. O ônibus sairá de Piripiri ao meio-dia da próxima quarta-feira (14), da Rodoviária R

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Pai de candidata a vice-prefeita morre e agenda é cancelada em Piripiri

O pai da candidata a vice-prefeita de Piripiri, Socorro Mesquita faleceu  na manhã deste sábado (10) no município. José de Oliveira Sobrinho, conhecido como Zé Aparecido também é pai do candidato a vereador Daniel Fábio.

A candidata cancelou os eventos de campanha que estavam previstos para hoje e o velório acontece no município.

Socorro é candidata na mesma chapa de Jôve Oliveira.

Rayldo Pereira
Com informações de PiripiriRepórter
rayldopereira@cidadeverde.com

Justiça restringe o uso de fogos de artifício em Piripiri durante eleições 2016

A Justiça Eleitoral restringiu o uso de fogos de artifícios nas campanhas eleitorais em Piripiri, durante o pleito 2016. A decisão é da juíza Maria do Rosário de Fátima Martins Leite Dias, da 11ª Zona Eleitoral. A portaria foi publicada na quinta-feira (8).

De acordo com a decisão, a juíza destacou que “o uso indiscriminado de fogos de artifício usados nos movimentos de campanha eleitoral desta 11ª Zona, vem causando transtornos às pessoas, como ao meio ambiente”.

Por isso, decidiu restringir o uso por meio das agremiações partidárias e seus representantes legais, estabelecendo que somente usarão os fogos, de forma ordenada e em quantidade que não cause desconforto à população apenas na última carreata, último comício e quando aclamado os eleitos, no dia 02 de outubro.

Além disso, está proibido soltar fogos a 200 metros dos Fóruns locais durante horário de funcionamento.

Ainda de acordo com a portaria, se as agremiações fizerem o uso de fogos de artifícios sem serem nos momentos acima citados serão responsabilizados pelo descumprimento por perturbação do sossego público e crime causado ao meio ambiente quando proporcionado alastramento de queimadas, dentre outras sanções legais.

 

Carlienne Carpaso 
Com informações do Clique Piripiri
carliene@cidadeverde.com 

Jovem é baleado na cabeça em discussão na porta de casa

           Foto: Cliquepiripiri

Um jovem identificado apenas com Alex foi baleado na porta de casa no bairro Floresta, município de Piripiri, a 157 km de Teresina. De acordo com informações da Polícia Militar, a vítima e o irmão se envolveram em uma confusão com três rapazes e houve os disparos. A tentativa de homicídio ocorreu por volta das 23h30, desta terça-feira (06). 

O tenente Edson Neves explica que os envolvidos na discussão têm envolvimento com o tráfico de drogas. 

"A confusão começou pela disputa por pontos de comercialização de entorpecentes. Todos moram na mesma rua e são praticamente vizinhos", disse o militar.

Durante a discussão foram efetuados pelo menos seis disparos, sendo que dois atingiram a cabeça da vítima. Alex foi encaminhado consciente e com sinais vitais estabilizados ao Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri, e devido a gravidade dos ferimentos foi transferido para Teresina, de acordo com a Polícia Militar. 

"Os três suspeitos foram identificados e estamos em diligência para capturá-los", finaliza o tenente Edson. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Vazamento de gás provoca incêndio e quase destroi casa em Piripiri

  • zoom14526-em-piripiri,-botijao-de-gas-provoca-incendio-em-residencia-de-piripiri-498.jpg Piripiri Repórter
  • zoom14526-em-piripiri,-botijao-de-gas-provoca-incendio-em-residencia-de-piripiri-937.jpg Piripiri Repórter
  • zoom14526-em-piripiri,-botijao-de-gas-provoca-incendio-em-residencia-de-piripiri-617.jpg Piripiri Repórter
  • zoom14526-em-piripiri,-botijao-de-gas-provoca-incendio-em-residencia-de-piripiri-155.jpg Piripiri Repórter
  • em-piripiri-botijao-de-gas-provoca-incendio-em-residencia-de-piripiri-121.jpg Piripiri Repórter
  • zoom14526-em-piripiri,-botijao-de-gas-provoca-incendio-em-residencia-de-piripiri-767.jpg Piripiri Repórter
  • zoom14526-em-piripiri,-botijao-de-gas-provoca-incendio-em-residencia-de-piripiri-454.jpg Piripiri Repórter

Um vazamento de gás acabou provocando um incêndio que quase destruiu uma residência na rua São Francisco, no Centro de Piripíri.

A dona de casa identificada como Ana Célia usava o fogão, quando observou que as chamas estavam se espalhando pelo local e em seguida ela correu para avisar a sua mãe.

Segundo Ana Jéssica, a família só teve tempo de afastar uma moto que estava perto da cozinha e o fogo atingiu o sofá, cadeiras, fogão, televisão, computador, armários e vários ouitros pertences e eletrodomésticos.

Rayldo Pereira
Com informações de Piripirireporter
rayldopereira@cidadeverde.com

Carro utilizado em homicídio é incendiado dois dias após crime

          Fotos: Piripiri40º

Policiais militares localizaram um veículo totalmente incendiado nas proximidades da localidade Rampa da Bananeira, na saída de Piripiri para o estado do Ceará. O delegado regional Jorge Terceiro explica que o carro tem as mesmas características do utilizado na fuga por criminosos que assassinaram o jovem identificado como Júlio Henrique, na última terça-feira (30). 

"O carro utilizado na fuga do homicídio do Júlio era um Voyage envelopado de preto e tem as mesmas características do veículo incinerado. Será feita perícia no carro da vítima que foi crivado de balas e nesse outro que foi queimado. Acreditamos que o veículo foi incinerado para apagar pistas e dificultar o trabalho dos peritos. O carro utilizado no homicídio estava envelopado, perdeu parte do parachoque e seria muito mais fácil identificá-lo", explica Terceiro. 

O delegado adianta que já existe um suspeito e entre as hipóteses investigadas estão vingança e acerto de contas. Jorge Terceiro acrescenta que a vítima já havia sido presa em 2015 e estava sendo investigado por uma tentativa de homicídio em uma festa de reggae há pouco mais de um mês. 

Júlio Henrique foi baleado ao chegar em casa com a esposa e ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu em decorrência de perfuração no tórax. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Posts anteriores