Cidadeverde.com

Fechado há sete anos, Museu de Perypery será reformado

O Museu de Peryery, que abriga parte importante da história do Piauí e da cidade de Piripiri, será reformado. O secretário estadual de Cultura, Fábio Novo, assinou nesse sábado (9), a ordem de serviço da obra, que irá começar nos próximos dias. No total, serão investidos cerca de R$ 123 mil na reforma do espaço. A assinatura da ordem de serviço aconteceu no auditório do Memorial Espedito Resende, uma das casas mantidas pela Secretaria Estadual de Cultura – Secult.

Fábio Novo também aproveitou a ocasião para anunciar a licitação que irá destinar R$ 250 mil para reforma do Memorial, que contará com uma estrutura adequada para receber grandes espetáculos, como os do Festival de Teatro Lusófono (Festluso), que acontece no final de agosto.

“Vamos entregar um museu à altura do povo de Piripiri. Com isso, a cidade será incluída no circuito de espetáculos do Festluso. Só cinco cidades piauienses vão receber o Festival e Piripiri será uma delas. Precisamos fazer intervenções simples no auditório do Memorial Espedito Resende para que seja uma casa de cultura no padrão que desejamos”, explicou.

Como exemplo, Fábio Novo citou as casas de Oeiras (Sobrado Major Selemérico) e de Floriano (Espaço Cultural Maria Bonita), que também foram entregues à população depois de anos sem funcionamento. “Com esses espaços revitalizados podemos trabalhar na descentralização da nossa cultura e assim disseminar grandes projetos, como o Boca da Noite e o Seis e Meia, que já estão sendo realizados em outras cidades do Piauí”, completa.

O prédio do Museu de Perypery foi construído na década de 1930 e possui um rico acervo de objetos de personalidades da cidade de Piripiri e políticos que também ajudaram a construir o Estado. No local já funcionou o Cine Éden, o Clube Elite, a primeira agência do Banco do Brasil na cidade, o Banco do Estado do Piauí, a Escola do Comércio e, desde 1987, abriga o Museu de Perypery.

Já o Memorial Espedito Resende foi erguido em 1985 e é mantido pelo Governo do Estado. Possui peças em exposição do Embaixador Espedito Rezende, um auditório com capacidade para 200 pessoas e ainda uma biblioteca com cerca de 2 mil obras.

 

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Povos indígenas temem extinção de única unidade da Funai no Piauí

Fundada em 2010 no município de Pipiriri, a 157km ao Norte de Teresina, a unidade da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) está correndo o risco de fechar. A medida faz parte do corte de gastos determinado pelo presidente interino Michel Temer. A Funai piauiense atende mais de 100 famílias na região Norte.

Uma portaria do Ministério da Justiça estipulou o prazo de 5 de julho para que as unidades no país envie um relatório  contendo todas as informações operacionais. A partir da análise do documento serão escolhidas as unidades a serem extintas. 

A possibilidade de fechamento da Funai chamou a atenção do Secretário de Cultura do Piauí, Fábio Novo, que divulgou uma nota alertando para o problema. Para o gestor, a extinção do órgão no Estado seria um retrocesso.

"A medida, justificada pelo corte de gastos, é mais um golpe contra o nosso país, contra o Piauí, que pode ser um dos estados a perder a unidade da Funai, conquistada depois de um bom tempo", declarou, ressaltando que o país só vai aumentar a dívida com os povos indígenas.

"É lamentável saber que, dessa forma, o país só vai aumentar o saldo devedor em relação a esse povo, que já foi penalizado", afirma o secretário.

No mês de abril deste ano, os povos indígenas Kariri e Tabajara do Piauí entregaram uma carta ao governador Wellington Dias reivindicando ajuda em vários pontos. Dentre eles, o início dos estudos de identificação e delimitação das terras indígenas e a reestruturação da Funai no Estado.

"Se a Funai for extinta, quebra um ponto de articulação com estas comunidades", disse uma pessoa ligada aos povos indígenas do Piauí que não quis se identificar.

De acordo com o IBGE, a população do Piauí possui cerca de 3 mil indios.

Veja a nota divulgada pelo secretário Fábio Novo:

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Governo entrega ambulâncias em Piripiri e Esperantina

O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde, entrega mais duas ambulâncias para rede hospitalar estadual. Dessa vez, serão beneficiados o Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri, e o Hospital Estadual Júlio Hartman, em Esperantina.  A entrega será feita pelo secretário Francisco Costa, nos dias 27 e 28. Além destas, a Sesapi entregou um veículo, no último final de semana para o Hospital Regional João Pacheco Cavalcanti, em Corrente. 

O secretário Francisco Costa afirma que, além da ambulância, a rede hospitalar vem recebendo uma série de melhorias, como no Hospital de Piripiri. “Entregamos, ainda no ano passado, a ampliação dos leitos de UTI. Com isso, podemos ofertar um serviço resolutivo em alta complexidade, sem a necessidade do paciente deslocar-se para Teresina”, declarou.

O atendimento em terapia intensiva também será reforçado com a implantação de dez leitos para Cuidados Intermediários Neonatal (UCIN), em Piripiri, que já está em processo de construção.

Outra ação destacada pelo gestor é a intensificação no número de cirurgias, especialmente as eletivas. Somente em abril, o Chagas Rodrigues realizou mais de 280 procedimentos cirúrgicos, média que se mantém desde então e que evita as transferências para a capital, tornando o tratamento mais ágil. Em Esperantina, a realização de cirurgias de catarata é uma marca da unidade: de abril para junho, foram mais de 200 procedimentos realizados.

Para Piripiri, Francisco Costa também anuncia para julho a inauguração da nova maternidade do Hospital, que vai atender as futuras mães num ambiente mais confortável e humanizado. “Nossa expectativa é que em julho estaremos com o governador Wellington Dias, inaugurando essa importante obra pra região”, finaliza.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Taxista é colocado em porta-malas e carro incendiado durante assalto no Piauí

Fotos: Piripiri40º

Uma corrida de táxi quase termina em trágedia no Piauí. Dois suspeitos, que fingiram ser clientes, abordaram o taxista Antônio Cláudio de Sousa- natural da cidade de Barras- que foi amarrado e colocado no porta-malas do veículo. Durante a fuga o veículo entrou em combustão e a vítima só não foi queimada viva porque conseguiu se desamarrar e fugir.

A vítima conta que foi contratada por Antônio Francisco Paiva da Cruz, 19 anos, para fazer uma corrida para Tiangua- CE, alegando ir à sua cidade natal pegar alguns documentos. Na volta para o Piauí, subiu no táxi o comparsa identificado como Nelson Raylandre da Cruz Cavalcante, também de 19 anos, natural de Sobral-CE. 

"No meio do caminho, na altura da comunidade Alto Alegre, em Piracuruca, eles colocaram a faca no pescoço da vítima e disseram para ele não reagir porque só queriam o carro. Então, o amordaçaram, amarraram aos mãos e os pés do taxista e colocaram-no dentro do porta-malas do veículo", acrescenta o delegado Jorge Terceiro, responsável pela delegacia regional e o 1º DP de Piripiri.

O taxista só conseguiu se desamarrar e pular do carro em movimento na cidade de Piripiri, na entrada da Rampa da Bananeira, BR-222. A Polícia Civil acrescenta que a vítima relatou que o táxi apresentava problemas mecânicos, que podem ter ocasionado o incêndio.

"Quando a vítima conseguiu fugir o carro já estava quase parando devido a esse problema. Em seguida, o carro incendiou, provavelmente, devido a essa falha. Porém será investigado se o incêndio foi intencional. O crime não pode ser caracterizado como sequestro, mas como roubo majorado, uma vez que eles mantiveram a vitima em cárcere mais que o tempo necessário para efetivar o roubo", explica Terceiro. Segundo a Polícia Civil, a intenção era roubar o veículo para cometer crimes.

O delegado acrescenta que a dupla foi presa na rodoviária de Piripiri quando tentava embarcar para outra cidade. Um deles já prestou depoimento e o outro ainda será ouvido nesta terça-feira (21). Os dois ficarão temporariamente na cadeia pública da cidade, que está em condições precárias e onde já estão custodiados 10 presos.

A pena pelo crime de roubo majorado é de até 15 anos. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

BR-343 fica interditada por mais de 2 horas após acidente entre caminhões

A BR-343, na altura da cidade de Piripiri, a 157 km de Teresina, ficou parcialmente interditada após uma colisão frontal entre um caminhão carregado de estrume e um bitrem que transportava combustível de avião. O bloqueio da rodovia durou cerca de 2 horas e 30 minutos e o trânsito só foi totalmente liberado por volta das 19h20. 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caminhão havia saído de Teresina-PI com destino a Tianguá- CE. Já o bitrem saiu de Fortaleza-CE com destino a Belém-PA. As causas do acidente ainda estão sendo apuradas, mas a suspeita é que um dos condutores tenha dormido ao volante e invadido a pista contrária.

O condutor do bitrem saiu ileso e os dois ocupantes do outro veículo sofreram ferimentos e foram socorridos. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Secretaria de Saúde inaugura maternidade de Piripiri até julho

Em visita ao Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri, o secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa, anunciou que, até julho, a unidade contará com nova maternidade. Serão quatro salas de parto onde a mulher terá acolhimento no pré-parto, parto e pós-parto.

“Podemos falar com muito entusiasmo que aqui será a primeira maternidade com salas de parto humanizado de acordo com o que recomenda a portaria do Programa Rede Cegonha do Ministério da Saúde. Nem na maternidade Dona Evangelina Rosa temos essa estrutura”, comenta o secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa.

Tendo em vista a grande demanda da região na área de assistência ao parto, a secretaria concluiu processo licitatório para a construção de uma Unidade Intermediária Neonatal e em breve a construtora iniciará a obra.

 “Porque, com a maternidade em funcionamento, acaba gerando uma demanda também de partos de alta complexidade. Então, precisamos garantir também esse suporte para não ficarmos somente na dependência da Maternidade Dona Evangelina Rosa”, informou o secretário.

Outro serviço anunciado é a contratação de mais médicos para o hospital. “Aqui nós temos um hospital que cresce, aumentando a oferta de serviços tanto na área da ortopedia, quanto na cirurgia geral. Por isso, autorizei a contratação de mais um profissional médico, já temos dois profissionais no Pronto Socorro de sexta a domingo, mas vamos fazer isso também de segunda a quinta para que tenhamos um volume e rapidez maior no atendimento, também”, afirmou o gestor.

Hospital realiza 280 cirurgias no Abril Cirúrgico

Numa ação em regime de mutirão, o Hospital Regional Chagas Rodrigues realizou o Abril Cirúrgico que tornou possível a realização de 280 cirurgias eletivas.

As cirurgias foram feitas após realização de busca ativa aos pacientes da região dos Cocais que tiveram atendimento em Piripiri, possuíam procedimentos agendados para 2015 e, por motivos diversos, ficaram sem efetivação.

O que determinou o sucesso da ação, segundo a diretora do Hospital, Nádia Costa, foi a busca a cada um dos pacientes. Primeiro por meio de telefones cadastrados na ficha de agendamento, depois com avisos nas rádios e demais veículos de comunicação da região.

“Nossa meta era encontrar todos aqueles pacientes que recorreram ao Chagas Rodrigues a realizar a cirurgia que, certamente, eles muito necessitavam. E conseguimos”, relata a diretora.

Desta forma, foram realizadas hernioplastias, histerectomias, laqueaduras, retirada de cistos e diversos tipos de cirurgias ortopédicas, dentre outras. A meta agora, de acordo com Nádia Costa, é findar 2016 sem fila de pacientes a espera de um procedimento cirúrgico. 

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Inicia neste sábado consultas, exames e cirurgias de catarata com 2.400 vagas

O município de Piripiri recebe a partir de hoje, 4, até o dia 8 de junho, o Programa Olhar Bem que realiza consultas, exames e cirurgias de catarata, de forma itinerante e gratuita, levando assim a saúde para mais perto da população. Uma ação da Secretaria de Estado da Saúde, o programa já realizou mais de 6 mil cirurgias de cataratas.

Os atendimentos são feitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a pessoas a partir de 60 anos de idade, ou com catarata traumática ou congênita, previamente diagnosticadas. Em Piripiri, serão ofertadas 2.400 vagas para consultas e 1.000 para cirurgias, atendendo a população de 22 municípios da região dos Cocais. Os atendimentos serão realizados na Unidade de Saúde Petecas, próximo à rotatória do posto Petecas.

Para ter acesso aos serviços oftalmológicos, o usuário deve procurar as secretarias municipais de saúde ou seu agente de saúde. Em até dois dias, o paciente passa pela consulta e constatado o diagnóstico de catarata, é submetido à cirurgia. Todos os que passam pela cirurgia recebem kits contendo medicação para uso no pós-operatório e óculos de proteção.

“Estamos otimistas com a execução do Programa Olhar Bem. A nossa intenção é percorrer todos os territórios levando atendimento oftalmológico à população que precisa. Pensando da agilidade desse atendimento oferecemos consultas e de imediato a cirurgia”, afirma Francisco Costa, secretário de Estado da Saúde.

Até agora foram realizados cinco mutirões (Picos, Bom Jesus, Floriano, São Pedro do Piauí e Campo Maior), totalizando 5.244 cirurgias realizadas em usuários de mais de 160 Municípios.

Depois de Piripiri, o Programa Olhar Bem vai até Parnaíba, no período de 12 a 16 de junho, onde serão ofertadas 2.400 vagas para consultas e 1.000 para cirurgias para a população de 22 municípios. No último roteiro, Corrente, no período de 20 a 25 de junho.

Municípios contemplados do território dos Cocais:
Barras, Batalha, Brasileira, Campo Largo do Piauí, Esperantina, Joaquim Pires, Joca Marques, Lagoa de São Francisco, Luzilândia, Madeiro, Matias Olímpio, Milton Brandão, Morro do Chapéu do Piauí, Pedro II, Piracuruca, Piripiri, Porto, 
São João da Fronteira, São João do Arraial, São José do Divino, Domingos Mourão e Nossa Senhora dos Remédios 

Cronograma do Programa Olhar Bem:
Piripiri – 4 a 8 de junho
Parnaíba – 12 a 16 de junho
Corrente – 22 a 25 de junho

Piripiri: Dr. Pinto nega informação sobre indicação de vice a Luiz Menezes

O presidente municipal do Partido Trabalhista Cristão (PTC) de Piripiri, Dr. Pinto, desmentiu a matéria veiculada em um veiculo de comunicação do Piauí, teria dito que, o deputado estadual Evaldo Gomes, presidente do PTC no Piauí, propôs ao pré-candidato a prefeito de Piripiri, Luiz Menezes (PMDB), a indicação da vaga de vice. Dr. Pinto disse: “Em Piripiri o PTC apoia a pré-candidata à prefeita, Socorro Mesquita”.

O próprio deputado estadual Evaldo Gomes, presidente do PTC, entrou em contato com o Dr. Pinto, informou que não procede à informação veiculada, “O PTC respeita as decisões de cada realidade dos municípios onde o partido estiver constituindo” disse.

De acordo com Dr. Pinto essa notícia foi mais uma especulação de muitas que virão. “Este tipo de boato é natural na política e tem como único objetivo desestabilizar os oponentes que, de alguma forma, estão em ascensão e, por consequência, querendo confundir a cabeça do povo, porém não vão conseguir. Tudo isso é porque a Socorro Mesquita está bem nas pesquisas para prefeita de Piripiri, e isso eles não querem aceitar, com isso o desespero se faz presente”, desabafou Dr. Pinto, que acrescentou: “eles estão é sonhando de mais”.

A vice-prefeita e pré-candidata a prefeita de Piripiri, Socorro Mesquita (PP), disse estar motivada com o apoio que vem recebendo de lideranças e da comunidade para viabilizar sua campanha. “Sinto um anseio de trabalho, transparência e de moralização. Queremos um mandato voltado para a população, às necessidades da população. Queremos ouvir a população para juntos tomarmos uma atitude diante das necessidades” explicou.

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Projeto Queremos Paz chega a Piripiri através de palestra de Promotor de Justiça

Na última terça-feira (03), o Promotor de Justiça de Piripiri Nivaldo Ribeiro ministrou uma palestra na Praça de Eventos de Piripiri para alunos da rede estadual de ensino da cidade, em evento organizado em parceria com a 3ª Gerência Regional de Educação da SEDUC.

O Promotor, que também é coordenador do PROCON, falou sobre bullying, uso de drogas, violência escolar, direitos humanos e promoção da cultura de paz, como parte do projeto do Ministério Público Queremos Paz.

O Promotor que queira aderir ao projeto deve entrar em contato com o CAODEC, órgão responsável pela sua coordenação, para receber os materiais necessários. O objetivo é fomentar a atuação conjunta da escola, família, sociedade e demais órgãos públicos na reparação de crianças e adolescentes para o exercício da cidadania.

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Ministério Público fiscaliza abrigo para crianças e jovens em Piripiri

A 2ª Promotoria de Justiça de Piripiri e a equipe da Coordenadoria de Perícias e Pareceres Técnicos do Ministério Público realizaram, na última terça-feira (19/04), uma inspeção na Unidade de Acolhimento "Menino Jesus". O Promotor de Justiça Silvano Gustavo Carvalho, a psicóloga Liandra Nogueira e assistente social Maria Luisa da Silva Lima avaliaram a qualidade dos serviços prestados no local.
 
A unidade de unidade de acolhimento recebe crianças e adolescentes em situação de rompimento de vínculos familiares ou risco social. O objetivo da inspeção era verificar se a instituição cumpre as Orientações Técnicas do Serviços de Acolhimento, normas obrigatórias expedidas pelos Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONANDA) e Conselho Nacional de Assistências Social (CNAS).

O Ministério Público vem acompanhando sistematicamente a implantação dos serviços de acolhimento em Piripiri. A unidade "Menino Jesus", aliás, recentemente mudou de sede, em cumprimento de expedida pela Promotoria de Justiça após a realização da primeira inspeção, em novembro de 2015.

 

Da Editoria de Cidades
cidade@cidadeverde.com

 

 

Posts anteriores