Cidadeverde.com

Culinária beneficia mulheres e vira alternativa de renda em Oeiras

Grupos de mulheres, organizados pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), por meio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS I), estão pondo a ‘Mão na Massa’, produzindo salgados e gerando renda no município de Oeiras.

Graças ao Projeto Mão na Massa, mulheres inseridas no Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e responsáveis familiares por crianças e adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) estão aprendendo a fabricar salgados e outras delícias.

A abertura do projeto aconteceu na semana passada, numa oficina que ensinou os grupos a produzirem pastéis, bombas, coxinhas, empadas e uma grande diversidade de salgadinhos para comercialização em grande escala.

Vanessa Reinaldo, secretária municipal de Assistência Social, comenta que o projeto oferece alternativas de geração de renda, criando possibilidades empreendedoras, além de estimular competências e potencialidades das mulheres envolvidas. “Promovendo capacitações e atividades produtivas, estas famílias poderão sair da vulnerabilidade e risco social, e deste modo a Semas estará viabilizando a inclusão social e a garantia de direitos”, pontua a secretária.

A Semas organizou o projeto "Mão na Massa" em quatro etapas: a primeira aconteceu na sede do CRAS I, a segunda será na comunidade Malhada Grande, a terceira na localidade Queiroz e a última na Várzea da Cruz, no mês de outubro. A ministrante do curso é a culinarista Elda Santana.

Fonte: Ascom 

Canteiros de Produção preparam 2 mil estudantes para a Prova Brasil em Oeiras

Cerca de 2 mil estudantes da rede municipal de ensino de Oeiras estão participando dos Canteiros de Produção, ação da Secretaria Municipal de Educação (Semed) que integra o processo preparatório para a Prova Brasil – avaliação do Ministério da Educação que mede os conhecimentos dos alunos em matemática e língua portuguesa. O resultado do desempenho é um dos elementos que compõem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), calculado por escola.

O modelo preparatório foi elaborado pelo corpo pedagógico da Semed e pelas professoras Ruthnéia Lima e Osana Morais – responsáveis pelo Projeto Borboleta – com objetivo de reforçar as aprendizagens dos alunos do 5º e 9º ano, público alvo da prova, que acontece entre 23 de outubro e 03 de novembro.

De acordo com a professora Tiana Tapety, secretária municipal de Educação, a intenção é mobilizar os estudantes e trabalhar as competências em letramento e numeramento, habilidades cognitivas avaliadas na Prova Brasil. “A educação do Brasil inteira está envolvida nesse processo de preparação, principalmente os municípios mais comprometidos”, pontua.

Na última avaliação do Ideb, realizada em 2015, Oeiras obteve a nota de 5,4 (índice previsto para o ano de 2021). “Tivemos um salto de qualidade e estamos trabalhando de maneira mais focada nas séries finais. Oeiras agora está estabelecendo sua própria meta, de crescimento constante”, argumenta Tiana Tapety.

Projeto Borboleta
Os Canteiros de Produção são mais uma atividade do Projeto Borboleta, desenvolvido pela Semed com foco na alfabetização do alunado de toda a rede municipal de Educação. “O Projeto Borboleta vem somar esforços com Oeiras, sistematizar a prática pedagógica já desenvolvida pelos professores da rede e os resultados têm sido estes: as crianças brilhando em cada habilidade de avaliação. 
Temos uma equipe de professores muito competente e comprometida”, diz Ruthnéia Lima.

“Oeiras não está medindo esforços para preparar suas crianças de 5º e 9º ano. Não estamos preocupados apenas com indicadores, eles foram mais uma motivação para que nós reorganizássemos nossas ações”, completa.

Ruthnéia conta que o projeto tem alcançado êxito em toda a rede. “Com o Projeto Borboleta, hoje, nós não temos nenhuma criança de 5º Ano no município de Oeiras, nas zonas urbana e rural, que não tenha o domínio da leitura e as habilidades contempladas pelo Ministério da Educação, que cobrem a Prova Brasil”, comenta.

“Esse índice vai dizer a qualidade da educação no município, como ele está cuidando de suas crianças, como é que elas estão aprendendo e qual a qualidade do professor que nós temos dentro de sala de aula. Ela não só avalia o que o aluno está aprendendo mas, sobretudo, a metodologia, a didática, e como o professor está desenvolvendo sua prática pedagógica”, acrescenta Ruthnéia Lima.

Ela conta que um mês atrás o projeto foi implantado nas turmas de 1º ao 4º Ano, com bastante sucesso. “Cuidando das crianças de 1º ao 4º Ano, que não tinham domínio da leitura, hoje nós temos quase 80% das crianças lendo. Tínhamos escolas com crianças de 7 anos sem saber ler, crianças que estavam há quatro anos repetindo série, porque não domina a leitura. Isso é está fazendo para casa, não estamos fazendo um favor para nossa comunidade. Estamos cumprindo um papel institucional, de alfabetizar as crianças na idade certa. Nossa meta é fazer com que Oeiras chegue ao final do ano com 100% das crianças leitoras”, finaliza Ruthnéia Lima.


Fonte: Ascom

 

Manejo de transtornos mentais é tema de capacitação para profissionais de Saúde em Oeiras

A Secretaria Municipal de Saúde, através do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), realizou na manhã desta quarta-feira, 20, uma qualificação para profissionais da Atenção Básica sobre manejo de transtornos mentais. O evento foi realizado no auditório da Casa da Merenda e integra a programação do Setembro Amarelo, campanha que alerta sobre a importância de ações preventivas ao suicídio. 

A capacitação foi mediada pelo médico psiquiatra, Vicente Gomes, que desde março compõe o quadro de profissionais do CAPS de Oeiras. “Este é um momento importante para discutirmos com os profissionais da Atenção Básica um melhor manejo, quando em contato com pacientes com transtorno mental. Fizemos algumas orientações, discutimos e abordamos a condução desses casos de forma mais adequada”, comenta o psiquiatra Vicente Gomes.

Este ano, além da qualificação para profissionais da Atenção Básica sobre manejo de transtornos mentais, a programação do Setembro Amarelo em Oeiras envolve atividades de prevenção e sensibilização incluem blitz nas ruas com panfletagem e adesivagem de carros; rodas de conversa em escolas da rede pública – municipal e estadual – e rede privada; rodas de conversa nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da zona urbana e rural e qualificação para membros do Grupo de Apoio Permanente e Intersetorial de Prevenção e Enfrentamento ao Suicídio.

Fonte: Ascom

Entidades promovem curso de Desenho Livre em Oeiras

Teve início esta semana o 1° Curso de Desenho Livre de Oeiras, iniciativa da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) em parceria com a Secretaria Municipal de Juventude (Sejuv).

Ministrada pelo artista plástico, Rodrigo Lustosa, a capacitação é destinada ao público jovem e acontece nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS I e II) e na Praça da Juventude.

Nas primeiras aulas foram apresentados aos alunos os objetivos do curso, sua relevância e orientações acerca da prática do Desenho Livre. “O curso, além de ser uma ótima oportunidade para o desenvolvimento cognitivo e artístico dos adolescentes, faz parte de ações preventivas da Semas e Sejuv”, pontua a secretária municipal de Assistência Social, Vanessa Reinaldo.

Fonte: Ascom

Audiência Pública debate municipalização do trânsito em Oeiras

A municipalização do trânsito em Oeiras será tema de uma audiência pública promovida pela Câmara Municipal no próximo dia 06 de outubro. O debate vai expor as vantagens da integração do município ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT) para avançar na melhoria da segurança e reduzir números de acidentes.

O vereador Letiano Vieira explica que o projeto de lei, proposto pelo prefeito José Raimundo, já tramitou pela Comissão de Fiscalização e na próxima semana será encaminhado para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). “Sendo aprovado na CCJ, o projeto entra em votação no plenário. Creio que não terá nenhuma dificuldade de ser aprovado”, acredita o vereador.

“É uma ação que tem que ser feita, não pode mais ser adiada. Com a municipalização, o agente de trânsito estará mais próximo da população. Conversando com o prefeito, ele me dizia que num período de seis meses ou até mais, a Gerência fará a questão educativa do trânsito, com o objetivo de fazer a prevenção efetiva dos acidentes de trânsito na cidade de Oeiras”, comenta Letiano Vieira.

A municipalização do Trânsito envolve a estruturação administrativa, a preparação técnica e a adequação legal do município às normas do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e ao disposto no Código de Trânsito Brasileiro. O processo visa dar condições seguras ao cidadão de transitar e inclui obras de engenharia, ordenação do fluxo de veículos e pedestres, regulamentação de estacionamentos e programas de educação.

Fonte: Ascom

Hospital de Oeiras realiza primeiro mutirão de cirurgias de varizes

Neste final de semana, 16 e 17 de setembro, Hospital Regional Deolindo Couto, em Oeiras, realiza o primeiro mutirão de cirurgias de varizes do Estado. O procedimento usa uma técnica inovadora e será realizado em 100 pacientes de 17 municípios do Território Vale do Canindé.

A técnica que será utilizada para as intervenções cirúrgicas consiste na aplicação de espuma formada a partir do contado do líquido polidocanol com o ar “que aplicado de forma correta dentro do vaso sanguíneo promove o fechamento, diminuição e desaparecimento do vaso”, explica o médico Lázaro Laignier.

Essa técnica passou a ser ofertada no Brasil pelo Sistema Único de Saúde recentemente e o Estado inicia ofertando esse novo serviço de saúde no sul do Piauí, com a sistemática da rapidez e abrangência de mutirões.

O tratamento é feito por um angiologista e um cirurgião vascular. Os resultados são imediatos e não há necessidade de internação do paciente, como ocorria com o método antigo.

A oferta de mais procedimentos eletivos foi possível com a mudança de perfil do Hospital, o que fortaleceu a resolutividade na assistência ao paciente. “Com a saída da urgência para a UPA (Unidade de Procedimento Atendimento), o hospital está fazendo mais cirurgias eletivas, além de ofertar algumas especialidades, como ortopedia, cirurgia geral, infectologia, oftalmologia, com 80 consultas por mês. São áreas específicas que o Hospital está conseguindo avançar”, disse Alípio Sady, diretor geral do Hospital Regional Deolindo Couto, onde serão realizadas as cirurgias.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Oeiras apresenta experiência exitosa da Saúde em Encontro em Recife

A fonoaudióloga Jaciara de Freitas, do Núcleo de Apoio à Saúde da Família – NASF, representou o município de Oeiras no Encontro Regional: Fortalecimento da Atenção Básica na Articulação das Redes de Atenção à Saúde, realizado entre 12 e 14 de setembro, em Recife.

O encontro reuniu gestores e técnicos dos nove Estados do Nordeste, além de especialistas da rede de cuidado às crianças com síndrome congênita associada à infecção pelo zika. Na oportunidade, o município de Oeiras apresentou a experiência exitosa da Sala de Estimulação Precoce, situada na Unidade Básica de Saúde (UBS) Dr. Paulo de Tarso, e o trabalho desenvolvido pelos profissionais do NASF no acompanhamento das crianças com microcefalia.

Com o incentivo da Secretaria de Estado da Saúde (SESAPI) e contrapartida da Prefeitura Municipal, a Sala de Estimulação Precoce já está em funcionamento na cidade desde fevereiro de 2017.

A secretária municipal de Saúde, Auridene Freitas, destaca que todos profissionais que atuam na Sala de Estimulação Precoce foram qualificados. “Dentre nossas prioridades está o processo de qualificação profissional. Oportunizar aos profissionais mais conhecimento e com isso fortalecer as ações de Saúde do município, com foco na qualidade da Atenção ao usuário”, argumenta a secretária. 

No evento, foram discutidos os limites da Atenção Básica no contexto do zika e a participação do NASF na estimulação precoce, de acordo com a realidade de cada região. Além disso, foram debatidas estratégias para fortalecimento da Atenção Básica na articulação das redes. 

Durante o encontro, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou a liberação de recursos e a realização de novas ações para reforçar a rede de cuidado às crianças com síndrome congênita associada à infecção pelo zika. Ao todo, serão investidos R$ 27 milhões para ampliar e qualificar os serviços na atenção básica, por meio dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASFs).

Fonte: Ascom

Oeiras sediará seminário ‘Bebidas – Lazer com responsabilidade’

Oeiras receberá o seminário "Bebida – Lazer com Responsabilidade”, iniciativa da Fundação Milton Campos com apoio da Prefeitura Municipal, que tem o objetivo de conscientizar para a redução de acidentes, violências, doenças, prejuízos materiais, incapacitações e mortes que envolvam bebidas alcoólicas no trânsito.

Na manhã desta terça-feira, 12, representantes da Fundação Milton Campos, da Prefeitura e da Polícia Militar estiveram reunidos para definir detalhes do evento, que deve acontecer no dia 27 de outubro.

O evento tem como público-alvo os profissionais da área da saúde, educação, assistência social, segurança, agentes de trânsito e representantes de entidades religiosas, que atuarão como multiplicadores em suas instituições, com atenção especial aos jovens.

No seminário, serão abordadas temáticas como as características do álcool, usos e efeitos pessoais e sociais, prevenção de riscos e danos associados ao uso da substância, além da apresentação de políticas públicas voltadas para o tema e discussões sobre a realidade social e a importância da prevenção do abuso do álcool.

Fonte: Ascom

Mercado Municipal Dona Lili ganha 20 novos estabelecimentos em Oeiras

Vinte novos negócios estão sendo abertos no Mercado Municipal Dona Lili, em Oeiras. Na manhã desta sexta-feira, 08, o prefeito José Raimundo recebeu alguns dos novos permissionários para a assinatura dos contratos. 

“Assinamos hoje os contratos e na próxima semana os novos permissionários devem começar suas atividades no mercado”, comenta Giovane Oliveira, diretor do Mercado Dona Lili. Em agosto, mais de 30 novos estabelecimentos foram abertos no Mercado Municipal de Oeiras. 

Aberto em março deste ano, o centro comercial possui quatro hectares de estruturas para diversas atividades comerciais e é referência no território do Vale do Rio Canindé. O local conta com 511 unidades comerciais – espaços para açougues, peixarias, seção de frutas e verduras, lojas de roupas e calçados, cereais, lanchonetes, restaurantes e outras as atividades econômicas.

Fonte: Ascom

Adolescentes são feridos em briga em praça pública e suspeito é preso

Uma briga na madrugada desta quinta-feira, 07, durante uma festa realizada em praça pública em Oeiras terminou com dois menores feridos.

Segundo o delegado da Policia Civil de Oeiras, Antônio Nilton, o fato teria acontecido depois que Wendra Rocha Sousa, residente do Bairro Buringa, envolveu-se em uma discussão com dois adolescentes que residem no bairro Jureminha.

A polícia informou que durante uma briga, Wendra teria sido atingido com um soco e teria ido à sua residência buscar um facão e ao retornar ao local, teria supostamente desferido golpes em um dos menores que teve a orelha quase decepada, tendo um corte profundo e ainda sendo atingido no braço, ficando em estado grave. Já o outro menor, ao tentar separar a briga, foi atingido na perna.

Depois de ferir os menores, o suspeito fugiu do local iniciando um grande tumulto, com os amigos das vítimas perseguindo o mesmo, com pedras e pedaços de madeira, todavia não conseguiram encontrá-lo.

A Polícia Militar foi acionada chegando rapidamente ao local para socorrer as vítimas e coletar informações do caso. Momentos depois, a polícia conseguiu efetuar a prisão de Wendra Rocha, que estava em sua residência. Ele ainda estava com a camisa suja de sangue e com a arma utilizada no crime. Ele foi conduzido para o distrito policial, onde foi efetuado o flagrante e ficará à disposição da justiça.

 

Com informações do portal Mural da Vila
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores