Cidadeverde.com

Piracuruca celebra 196° Aniversário de Adesão do Piauí à Independência do Brasil

Foto: Francisco Leal

Para celebrar o 196° Aniversário de Adesão do Piauí à Independência do Brasil, a governadora em exercício Regina Sousa participa, nesta terça-feira (22), do primeiro dia de comemorações da luta dos piauienses pela independência brasileira. Em Piracuruca, a programação foi aberta com culto em ação de graças na Igreja Pentecostal, no Centro da cidade.

A celebração foi conduzida pelo pastor Valmir Rodrigues de Alencar, que há 34 anos conduz os trabalhos da igreja pentecostal piracuruquense. O culto contou com a apresentação de coral e balé clássico da igreja.

Regina Sousa acredita que as celebrações religiosas são espaços importantes para reunir a comunidade para relembrar a história. “Um país sem história é um país sem memória. Momentos como estes são muito importantes para os jovens estudantes e suas famílias. Cada ano que viemos aqui fortalece a história do Piauí, a história do Brasil”, pontuou a gestora.

A governadora assinalou os valores cristãos como ferramenta para as políticas sociais. “Nós, autoridades, devemos ter essa responsabilidade e seriedade na condução do poder público. Assim como os ensinamentos de Deus dizem, devemos seguir cuidando de quem precisa de cuidados”, afirmou Sousa.

Após o culto, também foi celebrada missa em ação de graças na Igreja Matriz Nossa Senhora do Carmo, na Praça Irmãos Dantas. Para o padre Antônio, que conduziu a celebração, o momento é de honra. “Nesta oportunidade, relembramos o ato de coragem, bravura e fé em Deus. É trazer a memória de nossos antepassados que passaram por aqui e garantiram que hoje sejamos a nação que somos”, contou o religioso.  

Mérito Renascença

A programação foi finalizada com a entrega da Ordem Estadual Mérito Renascença, honraria entregue desde a década de 70 a personalidades importantes para a historia passada e presente do Piauí. O local de entrega foi o Casarão Coronel José Britto Guimarães, patrimônio histórico que abriga importantes registros da história piauense. 

Dentre os contemplados com as insígnias e diplomas, Jose de Sousa Carvalho, fundador e coordenador do projeto Vá de Bike e Clube do Remo de Piracuruca; Rosário Bezerra, ex-vereadora de Teresina, servidora da Fundação Cepro e foi diretora da Escola de Governo e ouvidora-geral do Estado; o prefeito de Pedro II, Alvimar Oliveira de Andrade; Wilson Seraine, membro do Conselho Estadual de Cultura, membro das Academias Brasileira e Piauiense de Literatura de Cordel e presidente da Colônia Gonzaguiana do Piauí; e  o atual diretor da Agespisa, Genival Brito de Carvalho. 

“É um evento que faz florescer um sentimento de patriotismo em todos nós. Receber o titulo de comendador é ter a honra de ver o meu trabalho reconhecido enquanto cidadão piauiense e servidor público estadual. Trabalho com o bem mais precioso, a água. Tenho a felicidade de ver pessoas de diversos cantos do Piauí tendo acesso ao direito à água encanada. Agradeço a Deus pela oportunidade e ao Governo do Estado pelo reconhecimento”, comemorou Genival, servidor público há 30 anos que falou em nome dos condecorados. 

Para o prefeito de Piracuruca, Raimundo Alves Filho, o evento reforça o papel de Piracuruca na história do Piauí e do Brasil. “Continuar com esta solenidade é reconhecer o importante papel de Piracuruca para a Independência do Brasil na nossa região“, ressaltou o gestor. 

Participaram da celebração o presidente da Assembleia, deputado Themístocles Filho, os deputados Francisco Costa, Antônio Felix, Wilson Brandão e Fábio Abreu, o prefeito de Piracuruca, Raimundo Alves Filho;  a secretária de Estado da Cultura, Bid Lima; o comandante-geral da PM, coronel Lindomar Castilho; e o coordenador estadual de Comunicação, João Rodrigues.

Da Redação
[email protected]

Pela 2ª vez, justiça manda soltar suspeito de mandar incendiar ônibus

O motorista da Prefeitura de Piracuruca, suspeito de ter mandado incendiar cinco ônibus escolares do Município, foi solto pela segunda vez nessa quinta-feira (17). Romeu Arcanjo responde pelos crimes de incêndio e corrupção de menores e ontem ganhou a liberdade por decisão de habeas corpus

Romeu Arcanjo havia sido indiciado e preso em dezembro de 2018, mas logo depois foi solto por decisão judicial. Nessa quarta-feira (16), nova decisão da justiça local determinou a prisão de Romero e o mandado de prisão foi efetuado. Contudo, no final do dia foi o Tribunal de Justiça do Piauí decidiu por acatar um pedido de habeas corpus, e na quinta pela manhã, Romeu foi solto mais uma vez.

As informações foram repassadas pelo delegado Hugo de Alcântara, titular da delegacia de Piracuruca. “Foi decretada a prisão dele novamente e foi dado cumprimento à prisão ontem. No final do dia, chegou um habeas corpus e hoje de manhã, foi dado cumprimento. Então, ele foi solto”, explicou.

Entenda o caso

O motorista foi preso e dois adolescentes apreendidos no dia 19 de dezembro do ano passado suspeitos de participação no incêndio criminoso que destruiu cinco ônibus escolares utilizados pela Prefeitura do Município. A investigação do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) apontou que o servidor público teria sido o mandante do crime e contratado os menores de idade, de 13 e 15 anos, para atear fogo nos veículos, supostamente, como vingança porque teria perdido uma gratificação.

Lyza Freitas
[email protected]

Prefeitura de Piracuruca inicia instalação de câmeras de monitoramento

A Prefeitura de Piracuruca iniciou a instalação de uma moderna estrutura de monitoramento por imagens que compreenderá diversas regiões da cidade. Nessa primeira etapa, a empresa I-SEG está realizando a instalação dos equipamentos, que incluem 16 câmeras de última geração, para atender pontos estratégicos da cidade.
 
“A instalação das câmeras de vigilância e a implantação de uma central de monitoramento 24 horas, intimidará a prática de crimes e proporcionará uma resposta mais rápida dos órgãos de segurança pública à criminalidade. Este é um momento histórico para Piracuruca, fundamental para que continuemos sendo uma cidade tranquila”, expressou Raimundo Alves, prefeito de Piracuruca.
 
O sistema de videomonitoramento é apontado como grande aliado no combate à criminalidade. Em cidades que contam com monitoramento eletrônico, os índices de violência reduziram drasticamente, pois as câmeras, além de inibir a ação dos bandidos, auxiliam também na identificação dos autores dos delitos.
 
Para o prefeito Raimundo Alves, quem vai ganhar com o investimento feito pela gestão municipal será a população. “Em relação ao efetivo policial, nós não podemos contribuir muito. Então eu acredito que o sistema de videomonitoramento é algo que está ao nosso alcance, dentro da nossa alçada, e é um compromisso nosso para auxiliar a segurança na cidade”.

Fonte: Ascom

Motorista da prefeitura é preso suspeito de mandar incendiar ônibus escolares

Um motorista da prefeitura de Piracuruca foi preso e dois adolescentes apreendidos suspeitos de participação no incêndio criminoso que destruiu cinco ônibus escolares. A investigação do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) apontou que o servidor público teria sido o mandante do crime e contratado os menores de idade de 13 e 15 anos para atear fogo nos veículos, supostamente, como vingança porque teria perdido uma gratificação.

"A investigação, que foi presidida pelo delegado Genival Vilela, apurou que um adolescente foi contratado por um motorista da prefeitura que havia sido afastado de um determinada linha de transporte escolar e por conta disto perdeu uma gratificação. As oitivas dos adolescentes, acompanhadas pelo Conselho Tutelar, apontaram que o motorista foi o mandante", explica o delegado Tales Gomes, coordenador do Greco. 

O motorista foi identificado como Romeu Arcanjo. O delegado acrescenta que um dos adolescentes recebeu R$ 50 para cometer o fato criminoso. 

"Para se vingar, Romeu Arcanjo, contratou um adolescente A que contratou um segundo adolescente B e, após os adolescentes ficarem toda a noite em uma festa que ocorria na cidade, passaram na casa de A onde pegaram um balde com combustível e se dirigiram ao Centro De Ensino Integral Fundamental (CIEF) onde os ônibus estavam estacionados. Lá, pularam o muro e atearam fogo nos ônibus para, logo em seguida, retornarem às suas casas", acrecenta o delegado. 

Romeu Arcanjo será indiciado pelo crime de incêndio e corrupção de menores. Já os adolescentes, sendo que um deles já responde a processos por atos infracionais, serão apresentados ao juiz da comarca de Piracuruca para que sejam adotadas as providências prevista no Estatauto da Criança e do Adolescente (ECA).

De acordo com o Greco, o prejuízo financeiro com a destruição dos ônibus é de cerca de  R$ 700 mil. 


Graciane Sousa
[email protected]

Prefeitura de Piracuruca realiza mais um mutirão de cirurgias eletivas

Com o objetivo de otimizar e reduzir o tempo de espera por cirurgias eletivas (aquelas que não são de urgência), possibilitando que mais pessoas tenham acesso a esse serviço, a Prefeitura de Piracuruca através da Secretaria de Saúde, está realizando no período de 12 à 15 de dezembro, mais um mutirão na saúde. Serão ofertados mais de 30 cirurgias eletivas para atender pessoas de todo o município.

O mutirão

O mutirão vai atender pacientes que já passaram por consultas e exames especializados e receberam encaminhamento para realização do procedimento. As cirurgias estão sendo realizadas na Maternidade São Raimundo e no Hospital Municipal Dr. José de Brito Magalhães.

Fonte: Ascom

Greco apreende galões de combustível em endereços de suspeitos de queimar ônibus

Sete pessoas, sendo três adultos e quatro menores de idade, estão sendo investigados no incêndio criminoso que destruiu cinco ônibus escolares em Piracuruca, a 196 km de Teresina. Durante a semana passada foi deflagrada operação com o cumprimento de mandados de busca e apreensão quando foram apreendidos celulares e galões de combustíveis, possivelmente, utilizados na prática criminosa. 

"O caso ainda está sob investigação, pois há alguns pontos a serem esclarecidos. Na semana passada, apreendemos material na casa dos investigados que, possivelmente, tem relação com o incêndio dos ônibus escolares. Há sete investigados, mas pode ter mais", disse Genival Vilela, delegado do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Grupo), designado para apurar o crime. 

Durante a operação, três adolescentes foram conduzidos para a delegacia. Um deles, de apenas 14 anos, teria confessado participação no crime supostamente como "olheiro" e reconhecido um dos menores de idade conduzidos pela polícia. O Greco ainda tenta identifcar um terceiro adolescente. 

"Esse garoto de 14 anos confessou, mas disse que ficou apenas vigiando e que outros dois participaram. Fizemos acareação com os dois menores que deram versões diferentes e estamos investigando para chegar no terceiro. No momento, não está bem claro a autoria e quantidade de pessoas envolvidas", disse Vilela. 

Um vídeo registrado por câmeras de segurança revela a presença do adolescente de 14 anos próximo ao local do crime, pouco após o incêndio criminoso, de acordo com o Greco.

Na linha de investigação está a hipótese de ato de vandalismo, mas o delegado não descarta outra motivação. 

O incêndio criminoso ocorreu no último sábado (17) e o inquérito policial deve ser concluído no prazo de 30 dias. 

 

Graciane Sousa
[email protected]

Polícia prende três suspeitos de estelionato em Piracuruca

Na manhã desta terça-feira (27), a polícia civil de Piracuruca agiu rápido e conseguiu deter 3 homens acusados pela prática de estelionato no município. Os indivíduos foram identificados como Gustavo, Tiago e Valdinar, naturais do município de Araioses no Maranhão.

Segundo relatos da vítima, que é empresário do ramo de compra e venda de carro e motos, recebeu a visita de um elemento em seu estabelecimento, na quinta-feira (22), escolheu o veículo, disse que não era da cidade e queria resolver rapidamente a burocracia da compra, logo após a negociação, o elemento saiu com o veículo.

Nesta terça (27), chegou em seu comércio três homens da mesma cidade do comprador anterior e disseram que queriam comprar outro carro, a vítima ao ligar para o gerente do banco, foi informado que a venda realizada na quinta foi contestada, pois o comprador apresentou documentos falsos, levantando suspeita dos três homens que estavam negociando outro veículo. Neste momento a polícia civil foi acionada, ao chegar no local os três foram conduzidos até a delegacia, ao averiguar os documentos de identidade foi constatado que eram falsos, todos receberam voz de prisão.

A polícia identificou Tiago como o mentor desta ação, ele confirmou ter outras passagens criminosas e decidiu colaborar com a investigação, acompanhando as autoridades até o município de Araioses/MA, onde foi localizado o veículo Fiesta Sedan, que foi vendido pela vítima. As autoridades reconduziram o veículo até Piracuruca e continuam investigando para tentar capturar o quarto elemento que está foragido. A polícia trabalha para saber se estas pessoas fazem parte de uma quadrilha.

Com informações Piracuruca ao vivo

Greco cumpre mandados e apreende suspeitos de atear fogo em ônibus

Atualizada às 9h24

O delegado Williame Moraes, coordenador do Greco, informou que estão sendo cumpridos sete mandados de busca e apreensão. Três menores de idade já foram apreendidos suspeitos de participarem do incêndio dos ônibus escolares em Piracuruca. 

Três delegados do Greco e o delegado regional de Piripiri estão em Piracuruca participando da operação. Williame Moraes informou que um dos menores apreendidos, em depoimento, confirmou a participação no crime. O testemunho foi acompanhado por integrante do conselho tutelar do município. 

"Inicialmente a motivação era só vandalismo, mas em razão da operação estamos encontrado mais elementos e o envolvimento de um maior de idade. Acreditamos que até o final do dia podemos dar mais novidades”, adianta o coordenador. 

O delegado confirmou que tem identificação de autoria e filmagens que comprovam o crime e os autores. 

Matéria original

Um menor de idade foi apreendido suspeito de atear fogo em cinco ônibus escolares do município de Piracuruca, a 196 km de Teresina. Na manhã desta quinta-feira (29), o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) cumpriu sete mandados de busca e apreensão pra identificar os demais envolvidos na ação criminosa. 

A suspeita de incêndio criminoso foi levantada após a constatação que o fogo foi ateado nos ônibus que estavam nas extremidades.

De acordo com o Greco, o menor de idade aparece em imagens registradas por câmeras de segurança. Na presença do Conselho Tutelar, o adolescente teria confessado o ato de vandalismo. 

 

Graciane Sousa e Yala Sena
[email protected]

Polícia aguarda laudos e câmeras devem ajudar a identificar suspeito de queimar 5 ônibus

A investigação sobre os cinco ônibus escolares queimados em Piracuruca (a 196 km de Teresina) aponta para um incêndio criminoso. Uma equipe do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) está no município.

Ao Cidadeverde.com, o delegado Genival Vilela declarou que a equipe já coletou alguns depoimentos de adultos e adolescentes. O incêndio ocorreu no pátio do Centro Integrado de Ensino Fundamental, no bairro Baixa da Ema, no último sábado (17).  

A Greco aguarda o resultado das perícias técnicas, mas o delegado afirma que, diante do que já foi apurado, o fogo não surgiu de uma pane elétrica em um dos veículos.

Segundo Vilela, a polícia possui um suspeito de ter praticado o ato. O delegado acredita que o incêndio foi provocado com o uso de gasolina, mas somente o laudo técnico poderá confirmar a informação. Imagens de câmeras de segurança já estão com a Greco. 

"Os ônibus estavam enfileirados, e o fogo teria iniciado das extremidades para o centro, de ambas as extremidades. Como se tivessem ateado fogo em cada uma das extremidades, e isso sugere algo criminoso porque se fosse problema com a fiação elétrica iria começar por apenas um dos lados", pontua o delegado.

"No pátio havia oito ônibus, mas somente sete estavam enfileirados. Desses sete, cinco foram queimados, que eram, justamente, os que estavam nas extremidades. Os dois mais centrais não foram". 

As aulas na escola chegaram a ser suspensas devido a necessidade de substituição urgente da frota uma vez que  a maioria dos 650 alunos são da zona rural, e necessitam do transporte. A Prefeitura de Piracuruca informou ao Cidadeverde.com que contrataria ônibus alternativos para cobertura de toda a rota.


 

Carlienne Carpaso
[email protected] 

Há indícios de que incêndio nos cinco ônibus foi por "ódio e vingança", diz delegado

O gerente de Policiamento do Interior, delegado Emir Maia, confirmou nesta segunda-feira (19) que há indícios de que o incêndio nos cinco ônibus escolares em Piracuruca foi motivado por "ódio e vingança". 

O crime ocorreu no sábado (16) e cinco dos nove ônibus escolares foram incendiados no pátio do Centro Integrado de Ensino Fundamental, no bairro Baixa da Ema. A Prefeitura de Piracuruca suspendeu as aulas em vários colégios, devido o incêndio.

A Polícia Civil investiga o caso e analisa as imagens de câmeras que mostram o momento do incêndio. A Delegacia Geral nomeou um delegado do Greco para investigar o crime.

"Testemunhas estão sendo ouvidas, a perícia já foi feita no local e os indícios nos informam que  se trata de um crime que teve a motivação que foi pura vingança", disse Emir Maia.

Segundo o delegado, a autoria já foi definida e há suspeita de participação de duas pessoas. 

"Há indícios que uma delas é menor. Não podemos identificar os suspeitos, mas já estamos com autoria definida. Há motivação à princípio de vingança. A gente não pode afastar nenhuma motivação, mas as imagens e as testemunhas que já foram ouvidas nos informam que se trata de crime de vingança". 

Ao ser questionado de que um dos suspeitos é um motorista que foi exonerado da função, o delegado disse que existe essa informação e que a investigação apontará os criminosos. 

O delegado disse ainda que a Polícia aguardará o resultado da perícia para a conclusão do inquérito.

 

Flash Yala Sena
[email protected]

Posts anteriores