Cidadeverde.com

Oeiras registra a 3ª maior chuva do país; temporal inunda ruas e casas

  • oeiras-08.jpg Fotos: Mural da Vila
  • oeiras-07.jpg Fotos: Mural da Vila
  • oeiras-06.jpg Fotos: Mural da Vila
  • oeiras-05.jpg Fotos: Mural da Vila
  • oeiras-04.jpg Fotos: Mural da Vila
  • oeiras-03.jpg Fotos: Mural da Vila
  • oeiras-02.jpg Fotos: Mural da Vila
  • oeiras-01.jpg Fotos: Mural da Vila

O município de Oeiras, 313 quilômetros ao Sul de Teresina (PI), teve ruas alagadas poro um temporal na tarde da última quarta-feira (12). A chuva foi a terceira maior registrada no país. 

Dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) apontam que o volume de chuva em Oeiras foi o terceiro maior do país nas medições feitas entre ontem e hoje (13): 73,2 milímetros. O temporal alagou ruas, derrubou muros e árvores e invadiu casas na cidade. 

Segundo o site Mural da Vila, uma professora teve a casa inundada e foi resgatada por vizinhos, que tiveram de quebrar uma porta para que a água escoasse. 

Gestores do município visitaram locais que sofreram danos por conta da forte chuva, entre eles Luiz Fernando Costa, secretário de obras e serviços públicos, e Luiz Henrique, secretário de planejamento. A Prefeitura de Oeiras providenciou a retirada de entulho e outras medidas para que a normalidade fosse retomada. 

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

 

Fapepi leva proposta de realização de Seminário Internacional em Oeiras

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) levou para o município de Oeiras uma proposta para a realização do Seminário Internacional Oeiras +300. Trata-se de um evento cultural e acadêmico, paralelo aos tradicionais Festival Cultural de Oeiras e Feira de Literatura de Oeiras (Flor), com previsão de realização entre 13 e 18 de novembro de 2017. O objetivo é promover um intercâmbio de informações pautadas na história de Oeiras em seus 300 anos com a contribuição de portugueses, africanos e o povo nativo da cidade.

O presidente da Fapepi, Francisco Guedes, ressalta a importância de valorizar a história de Oeiras como um dos pontos mais fortes do município e que a programação deve ser construída junto à população através da oficina de planejamento realizada na cidade.

“A proposta é justamente a troca de experiências. É promover um seminário internacional sobre os 300 anos de Oeiras. Um dos pontos mais importantes da cidade é sua história e nós temos que valorizá-la. Vamos trazer professores, intelectuais e adidos culturais dos países de origem desse pessoal que construiu Oeiras, tanto de Portugal como da África, especialmente do Congo e da Argélia, que foram de onde vieram o maior número de escravos para o Piauí. Então, é essa troca de experiência que a gente tem que valorizar aqui nesse momento. Estamos numa oficina de planejamento com a direção do Instituto Histórico de Oeiras, dirigentes da Prefeitura de Oeiras e professores e alunos das Universidades Federais e estadual e da Secretaria de Educação, além de várias entidades e instituições de Oeiras construir a programação e realizarmos mais um belo evento ao lado dos tradicionais que são o Festival de Cultura e a Feira de Literatura de Oeiras”, explica.

O bispo de Oeiras, Dom Edilson Soares, parabenizou a iniciativa da Fapepi e diz que a Igreja Católica recebe, com entusiasmo, a proposta. “A gente vê que é uma forma inteligente de pensar, de fazer a memória. De pensar qual a perspectiva que a cidade pode ter. Estão buscando as pessoas que estudam essas questões e colocando em torno da mesa essas pessoas que podem colaborar culturalmente com a nossa cidade. Eu acredito que a gente pode trazer perspectiva novas através dessas discussões. Eu elogio e parabenizo todos os envolvidos e, sobretudo, a forma que está sendo construída, buscando opinião de diversas instituições para a melhor forma de realizar o seminário. Parabéns! ”, congratulou.

O secretário municipal de Cultura e Turismo, Stefano Ferreira, afirmou que a Prefeitura será parceira na construção da programação do seminário. “Nós recebemos com muita alegria a proposta da Fapepi, na pessoa do Guedes, que é um oeirense, e a Prefeitura vai ser uma parceira dentro desse evento. Queremos, realmente, promover um intercâmbio cultural e acadêmico, onde o povo de Oeiras possa ser protagonista, os estudantes, os poetas, os produtores de conhecimento. É com muita satisfação que o município recebe esse evento, nos colocando à disposição para a construção de uma programação que possa abrilhantar ainda mais dois eventos que já existem, o Festival de Cultura de Oeiras e a Feira de Literatura. “

Após a realização da oficina de planejamento, coube ao Instituto Histórico de Oeiras (IHO) a organização do evento. Para o presidente do IHO, Júnior Vianna, a inciativa da Fapepi traz um olhar diferenciado nas comemorações típicas de aniversários municipais. “Olha, essa iniciativa da Fapepi é louvável porque, normalmente, na comemoração de aniversário das cidades é comum que as gestões se preocuparem em fazer algo mais do ponto de vista de festas populares. A proposta de trabalhar com a história, a memória e a identidade do município provoca uma reflexão do ponto de vista de que aquilo que não se conhece, possivelmente, não se ame e o povo de Oeiras tem um sentimento muito afetuoso por sua terra, sentimento esse que a gente costuma chamar de ‘oeirensidade’. Então, a Fapepi ombreada a outras instituições como a municipalidade por meio da secretaria de cultura e o próprio IHO, isso viabiliza que a população vivencie muito mais intensamente sua história, memória e tradições por meio de um evento que vai dar visibilidade não somente local, mas internacional. É um momento oportuno para que possamos discutir e compartilhar informações, histórias e tradições que as vezes estão adormecidas e por meio desse evento voltam a ser afloradas”, pontua.

Em janeiro desse ano, o Governo do Estado transferiu a sede do executivo para Oeiras nos dias 23 e 24 de janeiro em comemoração aos 194 anos de adesão do município à Independência do Brasil e marcando o início das comemorações pelos 300 anos da primeira capital do Piauí, ocasião em que o governador Wellington Dias orientou a realização deste grande evento.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

SDR apresenta programas sociais para firmarem parceria com técnicos do IFPI

O secretário Francisco Limma se reuniu em Oeiras, com um grupo de professores do IFPI dos municípios de Oeiras e Floriano para apresentação do Programa Viva Semiárido, Programa de Aquisição de Alimentos e Crédito Fundiário afim de construírem uma proposta de parceria técnica de aproveitamento de docentes, bolsistas e técnicos na capacitação e acompanhamento das famílias beneficiárias destes programas no território e para os técnicos que farão a inspeção sanitária no abate de animais dos matadouros que estão sendo construídos pela SDR.

Além da capacitação, o secretário incentivou o IFPI a elaborar  editais que permitam a instituição a aquisição de alimentos da agricultura familiar para a alimentação dos estudantes. “É preciso buscar parcerias com as diversas entidades. Precisamos aprimorar a produção, mas essa produção também precisa ser adquirida para que o ciclo da sustentabilidade aconteça. O nível do corpo docente do IFPI é muito bom e fiquei muito animado com a boa receptividade deles para o que foi proposto”, disse Limma.

Além dos professores, participaram da reunião o presidente do STTR de Oeiras, vereador Gilmar Fontes, o assessor Nelson Júnior, o coordenador regional do Programa Viva Semiárido, Osvaldo Vieira Filho, o coordenador regional da Adapi, José Luis Guedes, e os diretores gerais do IFPI de Oeiras e Floriano, Sebatião Pereira e Odimógenes Soares  Lopes.

“Foi muito oportuna a proposta apresentada pelo secretário Limma no sentido de desenvolver realmente as cadeias produtivas do território Vale do Canindé. Nesse sentido, com seu corpo docente e técnico vem a somar nessa parceria. O nosso próximo passo é reunir nosso corpo docente e técnico para preparar um projeto com as cadeias produtivas prioritárias para poder apresentar à SDR”, disse o diretor do IFPI, Sebastião Pereira.

 

cidades@cidadeverde.com

Prefeitura assina convênios para pavimentação em Oeiras

O prefeito de Oeiras, José Raimundo Lopes, assinou nesta quarta-feira, 29, em Teresina, três convênios para pavimentação poliédrica de novas vias no município.

Os acordos para a execução das obras foram assinados com a presidente da Agência de Desenvolvimento Habitacional (ADH), Gilvana Gayoso. As comunidades atendidas serão: Conjunto Wellington Gonzaga e os povoados Malhada Grande e Briona.

Mais obras

A Prefeitura de Oeiras também está investindo na recuperação e abertura de estradas vicinais na zona rural do município. Na última semana, o prefeito Zé Raimundo visitou obras estruturantes em diversas comunidades rurais.

Foi concluída a estrada que liga o povoado Boa Nova ao município de Inhuma, benfeitoria que vai facilitar o acesso entre as duas cidades. A Prefeitura também finalizou a estrada da Malhadinha do Meio à comunidade Escalvado e iniciou a abertura de estradas nas localidades Formosa, Iran Canadá e Barra do Rio.

Também na última semana, Zé Raimundo entregou a reforma da quadra esportiva da Escola Municipal Agrotécnica (antigo Colégio Agrícola), no Bairro Uberaba. Com o investimento da Prefeitura, a quadra ganhou novo piso, alambrados, traves e estrutura de iluminação.

Fonte: Ascom
cidades@cidadeverde.com

Defensora debate violência contra mulher na zona rural de Oeiras

A defensora pública Karla Andrade, titular da 2ª Defensoria Pública Regional de Oeiras, participou de uma roda de conversa sobre o empoderamento feminino e o fim da violência contra a mulher na localidade Contentamento, zona rural da primeira capital do estado.

O evento realizado pela parceria das secretarias de Saúde e Assistência Social do município e a Ordem dos Advogados do Brasil Oeiras contou com a presença de mulheres e também de homens do povoado.

Na oportunidade, a defensora abordou  a importância dos movimentos sociais na luta pelo fim das diferenças de gênero, dando ênfase ao trabalho da Defensoria Pública nessa área, buscando sempre encorajar as mulheres que recorrem à instituição no sentido de que não se submetam a qualquer forma de violência.

“O ambiente, a igreja do povoado, favorece uma atmosfera de cumplicidade. E naquele momento, homens  e mulheres se sentiram a vontade para questionar, sugerir e consultar. Eu acho indispensável este movimento de aproximação. Muitas causas se resolvem extrajudicialmente, mas para que a Defensoria possa executar satisfatoriamente seu papel, tem que conhecer a realidade local”, afirma Karla Andrade
 
Fonte:Ccom
cidades@cidadeverde.com

Prefeito vai a Brasília em busca de investimentos federais

O prefeito de Oeiras, José Raimundo Lopes, está em Brasília em busca de investimentos federais para o município. Nesta terça-feira, 28, o gestor esteve reunido com a presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Kênia Anasenko Marcelino.

No encontro, o gestor encaminhou o termo de referência de planilha orçamentária para execução do projeto básico de engenharia, que contempla a segunda etapa dos serviços de implantação do sistema de esgotamento sanitário em Oeiras. A obra está avaliada em R$ 742 mil.

Zé Raimundo também teve uma audiência com o secretário nacional de Mobilidade Social, do Produtor Rural e do Cooperativismo, José Dória. No órgão, que é vinculado ao Ministério da Agricultura, o prefeito pleiteou a aquisição de máquinas agrícolas e retroescavadeiras. “Queremos um incremento das atividades do nosso homem do campo, no tocante ao preparo do solo e construção de tanques para piscicultura”, planeja o gestor, que na ocasião estava acompanhado pelo deputado federal, José Maia Filho.

No início de março, a Prefeitura de Oeiras, através de parceria com o Departamento Nacional de Obras Contra as Seca (Dnocs), adquiriu cerca de 200 mil alevinos junto à estação de piscicultura ‘Ademar Braga’, em Piripiri. Em breve, os alevinos serão distribuídos para incentivar à piscicultura no município.

Com três meses à frente da Administração Municipal, esta é a segunda vez que Zé Raimundo visita à capital federal em busca de parcerias e investimentos para Oeiras. No início de janeiro, o prefeito foi a Brasília participar de audiência com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, com o objetivo de captar recursos para obras de infraestrutura no município.

 

cidades@cidadeverde.com

Conselho Tutelar entrega menina raptada à família em Brasília

O Conselho Tutelar de Oeiras devolveu à família, a garota de 11 anos, raptada de Ipameri-Goiás na última quarta-feira(22). Uma conselheira foi com a criança, nesta segunda-feira(27), até o aeroporto de Brasília-DF onde a entregou para mãe, que estava acompanhada de conselheiras tutelares da cidade natal. 

Ao contrário do que ocorreu no fim de semana, quando a garota teria demonstrado que não queria retornar para casa, nesta segunda ela havia mudado de opinião. “Nós saímos de Teresina às 6h10 da manhã e no avião ela estava apreensiva, nervosa, mas disse que estava ansiosa para voltar. Ontem, ela já queria voltar para casa”, informou a conselheira, que pediu para não ser identificada. 

A garota, de iniciais R. F. B., foi encontrada na noite da última sexta-feira(24), na casa do irmão do auxiliar de serviços gerais, Regivaldo Quirino de Araújo, 38 anos, em Oeiras, dois dias depois que os eles haviam deixado Ipameri, no sul de Goiás. A menina havia saído para a escola e não retornou mais para casa. 

As investigações policiais apontam que Regivaldo aliciava a menor desde dezembro do ano passado e a ludibriava com falsas promessas. O suspeito chegou dar uma aliança de “compromisso” para a criança, prometendo casar com ela. Ele foi autuado por estupro de vulnerável. 

Um laudo de conjunção carnal foi feito na garota pelo Serviço de Atenção à Mulher Vítima de Violência Sexual (Samvvis) e deve ser encaminhado à polícia nos próximos 30 dias.


Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Menina de 11 anos raptada diz que saiu por vontade própria

A criança, de 11 anos, que foi raptada em Ipameri-GO e achada em Oeiras-PI, com o suspeito do crime, informou ao Conselho Tutelar da cidade que saiu de casa por vontade própria. A criança passa por exames em Picos, para detectar uma possível conjunção carnal. O suspeito, Regisvaldo Quirino de Araújo, 38 anos, foi preso. 

De acordo com uma conselheira tutelar, que não quis se identificar, a garota afirma que quis sair de casa porque, supostamente, era maltratada pela mãe e diz não querer retornar para a família. 

Os familiares foram informados e devem estar a caminho de Oeiras para buscar a criança. “Ela está tranquila, um pouco assustada com o que aconteceu, mas está bem. Ela diz que não quer voltar para casa, mas estamos acionando uma psicóloga para conversar com ela”, afirma a conselheira.

A conselheira relata que fatos como são denunciados ao Conselho ou à Secretaria de Direitos Humanos. “Não é comum, mas quando as pessoas presenciam menores com uma pessoa mais velhas elas denunciam”, destacou. 

Entenda o caso

Regisvaldo Quirino de Araújo foi preso nesta sexta(24) suspeito de raptar a criança de 11 anos em Ipameri-GO na última quarta-feira(22). A menina saiu de casa para ir para a escola e não retornou mais para casa. Testemunhas informaram que viram os dois em um mototaxi saindo em direção a cidades vizinhas e de lá tomaram destino ignorado. A Polícia Militar de Goiás acionou a PM do Piauí, já que o suspeito é natural do estado e conseguiram localizar os dois na casa de parentes dele em Oeiras, onde foram encontrados com ajuda da Polícia Civil.

 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Suspeito de raptar menina de 11 anos em GO é autuado por estupro no PI

Ação conjunta entre a Polícia Militar e a Polícia Civil de Oeiras, distante 313 km de Teresina, resgatou uma criança de iniciais R. F. B., de 11 anos, que foi raptada na cidade goiana de Ipameri. A menina estava em uma residência da família do auxiliar de serviços gerais, Regivaldo Quirino de Araújo, 38 anos, que foi autuado na noite dessa sexta-feira (24)  por estupro de vulnerável. 

Regisvaldo Quirino

O delegado Francisco Rodrigues, da delegacia de Oeiras, informou ao Cidadeverde.com que a menina estava na casa de um irmão de Regivaldo, localizada atrás da rodoviária de Oeiras. As investigações policiais apontam que Regivaldo aliciava a menor desde dezembro do ano passado e a ludibriava com falsas promessas. O suspeito chegou dar uma aliança de “compromisso” para a criança, prometendo casar com ela. 

R.F.B. foi raptada por Regivaldo na última quarta-feira (22). A menina desapareceu após ser vista pegando um mototáxi com auxiliar de serviços, que é conhecido da família.

“A criança está sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar. Solicitamos um exame para averiguar se houve conjunção carnal. O suspeito foi autuado por estupro de vulnerável”, informou o delegado. 

Família em Goiás

Em entrevista a um site local, a mãe da adolescente, Simone Theodoro Freitas, disse que a filha saiu no início da manhã para ir à escola, a pé, mas não chegou ao destino. 

“Ela se despediu, falou ‘tchau, mãe, estou indo’. Se despediu da minha mãe, dizendo ‘vó, estou indo para a escola’, e saiu, levando só os materiais, mas não entrou na escola”, relatou em entrevista.

A mãe da garota relatou, ainda, que a família esteve em uma festa de Natal na casa do Regivaldo  a convite de um amigo do avô da menina.

Ela acredita que o suspeito pode ter enganado Rafaela para levá-la. “Acho que assim, alguma promessa que ele fez para ela, alguma coisa que ele falou para ela. Até pelo que ficamos sabendo, ela nem sabia para onde ela estava indo com ele”, disse.

Regivaldo é piauiense e morava há um tempo em Goiás. O suspeito encontra-se preso no sistema prisional do Estado. 

 

Izabella Pimentel com informações do G1-Goiás 
Especial para o cidadeverde.com
redacao@cidadeverde.com 

 

Polícia prende, em Picos, suspeito de abastecer tráfico de drogas em Oeiras

A Delegacia de Oeiras continua a Operação Mercador, em conjunto com a Delegacia de Picos, e deu cumprimento nesta quarta-feira (22), aos mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão na residência de Francisco José Ferreira Teixeira Noronha, residente no bairro Belo Norte em Picos. 

Com ele foi encontrado mais de dois quilos de pasta base de cocaína, um quilo de crack e dois quilos e meio de maconha.

Na investigação da Operação Mercador, deflagrada em Oeiras em  23 de fevereiro, descobriu-se que Francisco José era quem abastecia o tráfico e responsável por fornecer maior parte da droga que entrava no município. 

Com essa prisão encerra-se a operação, com  resultado de oito prisões realizadas e mais de 20kg de drogas apreendidos.

 

redacao@cidadeverde.com

Posts anteriores