Cidadeverde.com
Diversidade

Presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos ressalta a atuação do Matizes




“O Grupo Matizes fortalece a luta pela Dignidade da Pessoa Humana no Piauí. Protege a Diversidade, a cultura, a liberdade do piauiense. Parabéns ao grupo.”

 (Sebastião Costa – Presidente do Conselho Estadual dos Direitos Humanos/PI)

Nova Diretoria do Conselho Estadual de Direitos Humanos reune-se para discutir ações para 2010

Aconteceu ontem reunião do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos. Em pauta, o planejamento das atividades do 2º semestre de 2010.




Já na 1ª quinzena de junho será realizada uma oficina de formação para conselheiros e conselheiras, com o objetivo de fortalecer as lutas de Direitos Humanos em outros municípios do Estado.

                                            

Também foi deliberado pelo Pleno do Conselho a visita aos órgãos de imprensa para apresentar o novo Colegiado e  Diretoria Executiva.


Participaram da reunião representantes das seguintes entidades/órgãos que compoem o Conselho: Matizes,  Ministério Público Federal,  Sindicato dos Trabalhadores de Educação  do Piauí,  Movimento de Meninos e Meninas de Rua, UFPI, Arquidiocese de Teresina e GEMDAC (Gênero, Mulher, Desenvolvimento e Ação para Cidadania).

 

 

Presidente da Fundacão Cultural do Piauí elogia o trabalho do Matizes


“Inegavelmente, o grupo Matizes tem se consolidado em todo Estado como espaço de fundamental importância para a luta dos direitos à Livre Orientação Sexual, constituindo e formando políticas públicas junto às instâncias governamentais e referendando conquistas dos movimentos sociais. O Matizes hoje é uma referência nacional e que muito nos orgulha.”

(Sonia Terra – Presidente da FUNDAC)

Servidoras(es) travestis e transexuais podem usar nome social nos órgãos federais

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão baixou ontem Portaria, assegurando "aos servidores públicos, no âmbito da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional, o uso do nome social adotado por travestis e transexuais." De acordo com previsão da Portaria, servidores(as) públicos federais, travestis ou transexuais, podem usar seus nomes sociais em crachás, e-mails institucionais, comunicação interna de uso social.

Enquanto isso, no Piauí, travestis e transexuais não têm seu nome social efetivamente reconhecido pelo Governo do Estado e pela Prefeitura de Teresina, apesar de uma luta árdua do movimento LGBT, iniciada em 2007.

Registra-se que o Piauí foi o primeiro Estado brasileiro a ter uma lei específica tratando dessa questão, mas a inércia dos órgãos do Governo do Desenvolvimento(?) em regulamentar os procedimentos necessários para a expedição da carteira com o nome social de travestis e transexuais impossibilita o gozo desse direito.

Piauí: assim não dá pra ser feliz vivendo aqui!

Matizes reune parceiros para comemorar aniversário do Grupo

O Grupo Matizes reunirá hoje, a partir do meio dia, seus parceiros e apoiadores no lançamento da 6ª Semana do Orgulho de Ser e no aniversário de 8 anos de fundação do Grupo. 

O evento acontecerá no Restaurante Casa de Barro, no Bairro Primavera. No cardápio, muita animação, samba, feijão e cerveja.

A cantora  Jô Ribeiro e o Grupo Tio Samba interpretarão um repertório com muito samba de raiz, música baiana e clássicos da MPB.

Várias personalidades dos meios político e artístico, parceiros do Matizes, prestigiarão o evento, dentre elas, Rosário Bezerra, Fábio Novo, Sônia Terra, Ten. Cel Júlia Beatriz, Promotor Francisco de Jesus,  Delegadas Katia Esteves e Vilma Alves.

Durante o ato festivo, o Matizes fará o lançamento de manifesto dirigido à população LGBT de Teresina, defendendo o voto consciente em favor daquelas(es) candidatas(os) que apoiam, verdadeiramente, as bandeiras de luta defendidas pelo movimento LGBT brasileiro.

Matizes realiza ato no Dia Mundial de Combate à Homofobia

O Matizes e a Liga Brasileira de Lésbicas realizarão, na próxima segunda (17/05), um ato em defesa da paz e da diversidade e contra a homofobia.
A manifestação acontecerá a partir das 16h30min, na Av. Frei Serafim. O objetivo é denunciar a violência contra pessoas LGBTs e exigir políticas de inclusão desse segmento da população.

Miss Gay de Caxias: Uma noite de Luxo e Glamour

A cidade de Caxias(MA) realizará mais uma edição do Miss Gay no dia 05 de junho às 22: h no Assunção Festas. O evento terá os shows  de Lennox Dreams (São Luis/MA), Tátilla Beatriz (Teresina/PI), Scarlet Santierf (Timon), DJ Lorrayne (Boite Flamingo/ São Luis/MA), DJ Gildenor (Caxias/MA).
 

Parada de Teresina terá apoio do Ministério da Saúde

Em 2010, 0 Ministério da Saúde, através do Departamento Nacional de DST, AIDS e HepatitesVirais,  financiará 56 projetos durante as ações de visibilidade do orgulho LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e travestis). O  Matizes foi uma das instituições que tiveram  projeto selecionado. Com o financiamento, o Grupo promoverá ações de prevenção à aids, outras DST's e hepatites virais durante a 9ª Parada de Teresina e 6ª Semana do Orgulho de Ser, que ocorrerão na última semana de agosto.


Segundo Carmen Ribeiro, Coordenadora Geral do Matizes, os editais lançados pelo Ministério da Saúde têm se mostrado extremamente importantes para viabilizar as atividades da Parada de Teresina: "É muito acertada a decisão do Departamento Nacional de DST, AIDS e Hepatites Virais de lançar anualmente editais para apoio financeiro a organizações da sociedade civil que realizam ações de promoção dos direitos humanos e de enfrentamento à discriminação contra a população LGBT. Esperamos que essa política continue nos anos vindouros", pontua a Coordenadora.

O Matizes já se articula com as Coordenações Estadual e Municipal de DST/AIDS, a fim de cumprir as atividades previstas no Plano de Trabalho contante do Projeto enviado pelo Matizes ao Ministério da Saúde. Estão previstas realização de testes rápidos para diagnóstico de hiv/aids e vacinação contra hepatite B, tétano e febre amarela.

Gays rechaçados pela família têm maior tendência a suicídio

Probabilidades de jovens gays se drogarem quando adultos também é maior nessa situação

MADRI - Os adolescentes gays rechaçados por suas famílias têm oito vezes mais probabilidades de tentar suicídio e três vezes mais de se drogarem quando adultos em relação aos que querem recebem apoio, segundo um estudo realizado na Califórnia e apresentado nesta terça-feira, 11, em Madri.

Além disso, um terço dos pais reage negativamente quando recebe a notícia; 50% manifestam uma resposta ambivalente - mas realmente prefeririam que seu filho ou filha não fosse homossexual - e o resto assume bem desde o início, explicou Caitlin Ryan, autora do trabalho.

 Os resultados do estudo, que contou com US$ 4 milhões de financiamento para quatro anos, confirmam que o impacto da família é "muito dramático" na saúde física e psíquica das crianças e jovens LGTB (lésbicas, gays, transexuais e bissexuais).

 Embora paradoxal, inclusive os pais que não aceitam a orientação sexual de seus filhos "fazem-no com a melhor intenção", ressaltou a professora da Universidade de San Francisco.

 Para a execução do projeto de pesquisa, Ryan entrevistou jovens gays de famílias (incluídos avôs, tios) de um amplo espectro sociológico e religioso do Estado da Califórnia. Ao fim, detectou centenas de condutas diferentes e o impacto que ajudavam na saúde dos jovens homossexuais.

 Entre as principais conclusões, a americana destacou que a rejeição familiar se traduz em uma probabilidade oito vezes maior de tentar suicídio, quase seis vezes mais possibilidades de sofrer depressão e três vezes mais de consumir drogas, de infectar-se por HIV e de contrair doenças sexualmente transmissíveis, em comparação com aqueles que foram apoiados por seu núcleo familiar.

O projeto que dirige Ryan na Universidade de San Francisco (Family Acceptence) também incorpora guias e protocolos às famílias e a pessoal sanitário para saber como atuar e como evitar danar aos jovens gays.

Fonte: Estadão.com.br

FEIJOADA DA DIVERSIDADE: Quem canta e dança seus males espanta

                           Realização                   

LOCAL: Restaurante Casa de Barro (Pires de Castro, 2184 - Primavera)
Dia 16/05, a partir das 12h
Com Jô Ribeiro e Tio Samba

Mais Informações: 8816-8121 (Matizes) e 9978-0195 (Herbert Medeiros
)

Posts anteriores