Cidadeverde.com

Polícia Civil fecha boca de fumo e encontra droga escondida em coqueiro

Duas pessoas foram autuadas pelo crime de tráfico de drogas na região Norte do Piauí em operação deflagrada pela Polícia Civil em Campo Maior, nesta quinta-feira (12). As prisões ocorreram em cumprimento a mandados de Busca e Apreensão expedidos pelo juiz Julio Cesar Garcez após investigação do Núcleo de Inteligência de Campo Maior. 

                 Fotos: Portaldecampomaior

"Há cerca de 20 dias houve um suposto estupro e a mulher conta que no local havia a comercialização de drogas. A suposta vítima apontou como autor da violência sexual Viltomar Pereira Costa, vulgo Victor Mãozinha, e de posse dos mandados judiciais foram realizadas as abordagens, quando encontramos entorpecentes, dinheiro e outros materiais que configuram o tráfico de drogas", explica o chefe de cartório do 1º DP do município, Baker Martins.

De acordo com a Polícia Civil, além de Victor Mãozinha, Samuel Araújo de Oliveira- que responde em liberdade condicional também por tráfico de drogas- foi preso. No momento da abordagem foram encontrados ainda três usuários de drogas. 

"As prisões ocorreram na casa do pai de Viltomar Pereira, que fica ao lado onde ele mora, no bairro São João. Nas duas residências foram encontrados crack, cocaína, maconha, mais de R$ 1 mil em dinheiro fracionado, aparelhos de telefones celulares, material para embalagem de droga. De acordo com a Polícia Civil até um coqueiro no quintal da residência servia para esconder a droga. O material ilícito era armazenado dentro e no topo da árvore e as equipes tiveram que escalar a palmeira. 

 

 

A operação denominada 'Jenipapo', em alusão aos 192 anos da Batalha do Jenipapo comemorado nesta sexta-feira (13), contou com 14 policiais civis, sob comando do Delegado Regional Gustavo Jung.

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Amigos morrem em colisão entre moto e caminhão na BR-343

Dois jovens identificados como condutor Severo de Brito Cardoso Filho, 22 anos, e Wellington James Soares Silva, 20 anos, morreram em uma colisão entre um caminhão e uma motocicleta na BR-343, comunidade Porção, zona rural de Campo Maior. O acidente ocorreu por volta das 5h15, desta quarta-feira (11), e os amigos morreram ainda no local. 

                    Fotos: Campomaioremfoco

 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a moto era conduzida por Severo de Brito que teria tentado realizar uma ultrapassagem quando houve a colisão. Os dois estariam vindo de uma festa na cidade de Capitão de Campos. 

O motorista da caminhão, que não teve a identidade revelada, fugiu do local do acidente, de acordo com a PRF. Os corpos foram recolhidos e levados ao necrotério do Hospital Regional de Campo Maior.


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

"Estava fazendo meu trabalho", diz jovem suspeito de assalto e morte de vigia

Dois jovens acusados de vários assaltos na região norte do Piauí foram ouvidos na manhã desta segunda-feira (09) e de acordo com o Delegado Regional Gustavo Jung, o depoimento de um deles, um adolescente de 17 anos natural de São Paulo, surpreendeu pela frieza. Entre os crimes atribuídos ao jovem, o assalto a uma panificadora na semana passada que resultou na morte do vigia Antonio José da Silva, 62 anos de idade, que foi baleado na cabeça e morreu após três dias internado. 

    Foo: Campomaioremfoco

"Ele não nega a autoria do crime e atirou no vigia por maldade, pois não houve resistência por parte da vítima que ficou totalmente inerte com a invasão à panificadora. Em depoimento, o suspeito de 17 anos, chegou a dizer que estava apenas fazendo seu trabalho e quando fosse solto faria tudo de novo porque ele estava se graduando no crime", disse Jung. 

De acordo com a Polícia Civil, o comparsa do suspeito foi identificado como Gabriel Ferreira Magalhães e os dois estão sendo encaminhados para Teresina. 

Após o assalto à panificadora, na última quinta-feira (5), os dois foram presos e fugiram do 1º Distrito Policial de Campo Maior, sendo recapturado na madrugada de sábado após o roubo de uma motocicleta e um celular. Desta vez, a dupla foi encaminhada para Teresina. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Campo Maior sanciona piso para professores; salários chegam a R$ 6 mil

O prefeito Paulo Martins sancionou, nessa quarta-feira, 04.03, a Lei do Piso dos Professores da Rede Municipal de Ensino, que foi aprovada pela Câmara de Vereadores na sessão dessa terça-feira, 03.  De acordo com a Lei, ficou reajustado em 13,01% o valor do vencimento básico dos professores efetivos de Campo Maior.

Segundo ainda a Lei, os reajustes dos valores correspondentes aos vencimentos básicos de todas as classes e níveis dos integrantes do magistério público municipal produzirão os efeitos retroativos, ou seja, a partir de 1º de Janeiro de 2015.

O prefeito Paulo Martins informou que foi feito um planejamento financeiro para que seja garantido o piso nacional a todos os professores efetivos.  O prefeito lembra que com o reajuste os integrantes do magistério receberão de R$ 2 mil até R$ 6 mil reais. “É um dos melhores salários da Educação no Piauí”, destacou o prefeito.

Paulo Martins lembra que além da valorização dos professores, a Educação de Campo Maior passa por melhorias em outros setores como os investimentos em transporte de alunos, merenda escolar e principalmente na infraestrutura das escolas. “Como consequência direta estamos comemorando o aumento do número de alunos matriculados, que chega a quase oito mil”, afirmou o gestor municipal.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Goleiro é levado para delegacia após dar soco em juiz durante jogo

O goleiro Anderson Gomes Muniz, conhecido como Preto, do time do Juventude do povoado Água Fria, zona rural de Campo Maior, saiu do campo direto para a delegacia acusado de agredir com um soco no olho o árbitro Arleno Silva, durante o campeonato do Alto do Meio, neste domingo (01).


                                               Fotos: Elvis Presley/ Reprodução Campo Maior em Foco

 

De acordo com a Polícia Militar, a confusão ocorreu após o juiz aplicar um cartão vermelho.

"O goleiro pediu parada para uma necessidade fisiológica. Na volta, o árbitro determinou bola ao chão e que fosse  devolvida ao adversário, mas o goleiro não aceitou e queria a posse da bola. Houve discussão e o goleiro foi punido com cartão amarelo. Continuou a reclamar e recebeu cartão vermelho, momento em que agrediu fisicamente o árbitro com um soco no rosto", disse.

De acordo tenente-coronel Rui Nunes Cordeiro, comandante do 15º BPM, Preto foi encaminhado ao 1º Distrito Policial e liberado após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência. 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com
Com informações Portaldecampomaior e Campomaioremfoco

Campo Maior encerra nesta sexta renovação de alvarás de estabelecimentos

Esta sexta-feira (27) é o último dia para emissão de alvarás sem acréscimos de juros para estabelecimentos que exercem atividades comercial, industrial ou de serviços no município de Campo Maior. O prazo foi prorrogado pelo prefeito de Campo Maior, Paulo Martins, através de decreto.

O contribuinte deve procurar o setor de tributação no prédio da Prefeitura de Campo Maior para renovar o documento que é fundamental para o funcionamento do estabelecimento, sem ele nenhuma atividade empresarial poderá ser desenvolvida no município.

“O contribuinte que não efetuar o pagamento até o dia 27 de fevereiro irá pagar o documento com a correção normal de tributos, de juros e da multa de atualização”, informou o Gerente de Receitas, Jean Charles.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Radialista é encontrado morto pelo filho dentro de casa

O radialista Zeferino Alves Neto, conhecido como "Zan" foi encontrado morto pelo seu próprio filho na manhã desta quarta-feira (25) em sua residência. De acordo com o delegado regional Gustavo Jung, a perícia da Polícia Civil esteve no local e exames cadavéricos foram pedidos para detectar a causa da morte.

"Até então a gente não pode afirmar nada em relação a morte. Encaminhamos o corpo para o Instituto Médico Legal e coletamos alguns indícios no local. Pedimos uma perícia criminal para tetectar eventual objeto no local do crime e também um exame cadavérico para possível envenenamento ou ingestão de substância", acrescentou o delegado.

Gustavo Jung explica que o corpo foi encontrado por volta das 10h30 pelo filho do radialista. "Ele que nos procurou e relatou que ao acordar foi até o quarto do pai e viu a porta aberta, o que não é de costume. Ele estava caído com uma mão na rede como se quisesse se apoiar", acrescentou o policial.

A família agora aguarda a liberação do corpo para velório e enterro.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Polícia resgata crianças e prende mulher suspeita de aliciar menores para a prostituição

A vendedora ambulante identificada como Maria Regina da Silva, 58 anos, foi presa sob a suspeita de aliciar crianças e adolescentes para a prostituição no bairro Cidade Nova, em Campo Maior, a 78 km de Teresina. A prisão ocorreu nesta terça-feira (24) e no momento da abordagem haviam três meninas, com idades de 11, 13 e 14 anos e um menino de 15 anos na residência de apenas dois cômodos.

O Delegado Regional Gustavo Jung informou que a mulher foi ouvida na manhã de hoje (25) e negou a acusação. "Em depoimento ela afirmou que as suspeitas são vagas, mas temos indícios de que a mulher estaria aliciando menores. Uma das pessoas ouvidas disse que ela convidava mulheres para entrar no negócio ilegal e em um dos casos chamou uma mãe para ser cafetina e a filha de 12 anos para trabalhar como prostituta", disse Jung. 

O conselheiro tutelar, Antônio Luís Rocha, acompanhou o trabalho da Polícia Civil e disse que se surpreendeu com a atitude dos adolescentes. 

"As crianças falavam palavrão e zombavam da gente e durante conversa nos falaram que além de serem usadas sexualmente, tinham que vender drogas. As duas meninas maiores revelaram ainda que a cada saída ganhavam R$ 30 e entregavam R$ 20 para a mulher. A casa é muito pequena e acreditamos que as relações sexuais não ocorriam no local", disse o conselheiro tutelar. 

Na residência foram encontrados televisor, aparelho de DVD e mais de 10 celulares, os quais a Polícia Civil apura se seriam roubados.

"O que chamou a atenção de moradores da região foi o entra e sai de crianças e adolescentes na casa. Uma delas havia fugido da própria residência há oito dias. Os quatro foram devolvidos à família e vamos continuar acompanhando o caso", finaliza Antônio Luís Rocha.

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.co
m

Nova estrada ajuda a escoar produção e interliga dois municípios

Conhecida por ser uma região produtora e até então um lugar isolado, as comunidades Tucunzal, Crioli, Cajazeiras, Barra Nova e João Alves celebraram a conclusão da construção dos 16 quilômetros de estrada vicinal que liga essa área à PI-320 e à BR-343, transformando-a em via de escoamento.

“É como se estivesse recebendo um bote de ouro. Estamos mudando mesmo de vida e vamos salvar vidas, porque andar nessa estrada antes era correr risco de vida”, disse o líder comunitário Zé Pequeno, que agradeceu aos prefeitos Paulo Martins (Campo Maior) e Zé Henrique (Nossa Senhora de Nazaré) pela obra.

O prefeito Paulo Martins explica que a nova estrada interliga Campo Maior e Nossa Senhora de Nazaré, além de ser a principal via de escoamento de toda a produção agrícola local. “Nessa região se cria da galinha ao gado. São criadores que tem ir a Campo Maior pelo menos duas vezes ao dia”, explica Paulo.

Já o prefeito  Zé Henrique  lembra que a estrada aguardada há, pelo menos, 30 anos é uma vicinal que vai tornar fácil o tráfego entre várias regiões entre os dois  municípios. “Temos ramais interligando Nossa Senhora de Nazaré e Campo Maior em pelo menos três pontos diferentes”, reforça o prefeito.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Polícia apreende R$ 7 mil e prende acusado de tráfico em Campo Maior

Uma operação realizada na tarde de hoje (21) na cidade de Campo Maior prendeu em flagrante o homem identificado como Adervison dos Santos Silva, acusado de tráfico de drogas. 

O delegado Menandro Pedro informou ao Cidadeverde.com que foram apreendidos mais de R$ 7 mil em espécie e que o acusado escondia arma de fogo e drogas no momento da abordagem. "Também apreendemos uma motocicleta. Esta foi uma grande apreensão, pois encontramos vários quilos de maconha, crack e cocaína", acrescentou.

Menandro está se deslocando de Campo Maior para Teresina, onde dará início aos procedimentos legais. O trabalho foi coordenado pela Delegacia de Entorpecentes, em parceria com o Núcleo de Inteligência da Polícia Civil e a Delegacia de Campo Maior.  

A casa do acusado, onde a polícia acredita funcionar uma boca de fumo, fica localizada no bairro Flores. Adervison está sendo trazido para a Central de Flagrantes para autuação.

 

Jordana Cury
jordanacury@cidadeverde.com

Posts anteriores