Cidadeverde.com

José de Freitas recebe projeto-piloto de audiências concentradas de conciliação

Oitenta e uma audiências realizadas, 42 acordos firmados, cerca de 180 pessoas atendidas. Esses são os números resultantes do projeto-piloto de audiências concentradas de conciliação executado na comarca de José de Freitas pelo Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI). As atividades foram desenvolvidas pelas equipes do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc) e Justiça Itinerante, no período de 21 e 22 de março, com apoio da Defensoria Pública do Estado do Piauí (DPE-PI) e do Ministério Público do Estado do Piauí (MPE-PI).

A jornada foi coordenada pelo juiz Virgílio Madeira, coordenador do Cejusc de 1º Grau, e contou com uma equipe de quatro mediadores, que atuaram em processos de diversas searas, com destaque para as áreas cível (cobrança, negociação de dívidas, danos morais e materiais e outros) e de família (divórcio, investigação de paternidade e pensão alimentícia, por exemplo).

A pauta concentrada foi solicitada pelo juiz titular da unidade, magistrado Luís Henrique Moreira Rego. “Ao assumirmos a comarca de José de Freitas, percebemos que havia alguns processos acumulados. Uma das formas que encontramos para dar uma prestação jurisdicional mais célere foi separar os processos onde havia possibilidade de conciliação e solicitar os serviços extraordinários que o Tribunal de Justiça vem fazendo, possibilitando que as pessoas que queiram firmar um acordo possam sentar em uma mesa sob a coordenação de um mediador e encontrar a solução de forma pacífica”, detalhou o magistrado.

“Eu estou extremamente satisfeito porque pude ver a resposta que o jurisdicionado teve. Recomendo a todos os colegas magistrados que solicitem esse serviço, pois é uma forma célere e pacífica de resolução de conflito, que ajuda bastante o juiz na comarca”, avaliou o juiz após a conclusão dos trabalhos.

Segundo a juíza Lucicleide Belo, coordenadora do Nupemec, a proposta do projeto, que deverá ser levado a outras unidades judiciárias, é fortalecer a interiorização da Política Nacional de Mediação e Conciliação.

De acordo com Patrícia Barros, coordenadora de Políticas Judiciárias de Cidadania e mediadora judicial voluntária do Cejusc, durante a jornada foram firmados acordos na ordem de R$ 170.380,00. “As partes recebem um convite para participar da sessão de mediação e conciliação para tentar compor um acordo nos termos deles. Esse acordo é reduzido a termo com efeito de título executivo para homologação do juiz”, explica a servidora.

Fonte: Ascom

Corpo encontrado carbonizado não foi identificado por DNA

A Polícia Civil informou nesta terça-feira (12) que o homem que foi encontrado carbonizado dentro de um carro, no município de José de Freitas, foi enterrado sem identificação. De acordo com a polícia, ainda não foi feito o exame de DNA para confirmar a identidade formalmente. Portanto, a polícia ainda trabalha com o nome de uma suposta vítima, identificado como o corretor de imóveis Leonardo Lima da Silva, de 24 anos. 

A perícia disse que o homem sofreu uma pancada na cabeça, que o corpo ficou no porta-malas do veículo dele mesmo e depois foi incendiado e carbonizado. De acordo com a perícia, dada a forma que o cadáver foi encontrado, não foi possível fazer oficialmente a identificação do corpo. O reconhecimento foi feito com base em informações repassadas pela família, já que não há uma formalização dessa identidade e assim, o corpo foi enterrado como sendo o de Leonardo. 

A polícia informou que nem o odontolegista conseguiu identificar o corpo pela arcada dentária, portanto, a única alternativa que ainda resta é a realização do exame de DNA. Como o estado do Piauí não dispõe de um instituto que realize o exame, segundo a polícia, o material foi enviado ou estar para ser enviado para institutos parceiros que normalmente são os do Maranhão ou Pernambuco. 

Sem haver essa confirmação, a polícia não pode pedir a prisão de eventuais suspeitos pela participação no homicídio.  

Sobre o crime
A esposa de Leonardo, na época da morte, disse que ele tinha saído de casa para receber um dinheiro de uma venda de uma moto. De acordo com as investigações, o Leonardo pode ter caído em uma emboscada. Ele recebeu uma ligação em que pediram que fosse receber um dinheiro e testemunhas viram o carro passando e se dirigindo para o povoado Riacho do Cipó, na zona rural do município de José de Freitas, onde o crime aconteceu. Além disso, possivelmente Leonardo foi seguido por alguém e depois foi encontrado morto. 

A polícia diz que já está investigando outros crimes e atividades ilegais que podem estar por trás desse homicídio ocorrido no município.

 Foto: Reprodução/ Realidade em Foco

Lyza Freitas (Com informações TV Cidade Verde)
redacao@cidadeverde.com

Acusado de tráfico de drogas e furto é preso em José de Freitas

A Polícia  Civil  do  Estado do  Piauí, por intermédio da Delegacia de José de Freitas (17º Distrito Policial), Equipe de Investigação, prendeu nesta quarta-feira (20/02/2019) através de um mandado de prisão, André de Sousa  Andrade, vulgo Rogério.

André  de Sousa Andrade, foi condenado pelo Juiz da 7ª Vara Criminal de Teresina a 5 anos de reclusão, pela prática do crime de tráfico ilegal de drogas, fato ocorrido no dia 14/03/2013.

André também é acusado de furtar um estabelecimento comercial no Centro da cidade de José de Freitas. Fato ocorrido no dia 26 de janeiro de 2019.

A prisão foi efetuada por agentes da polícia civil no Povoado Caldeirãozinho, zona rural de José de Freitas/PI.

Com informações realidadeemfoco

Homem que matou a esposa em José de Freitas é encontrado morto

O corpo de um homem identificado  por Francisco das Chagas Monteiro, de 39 anos de idade foi encontrado dentro da casa em que ele morava, no bairro Mangueira, em estado de putrefação.

Segundo os policias que atenderam a ocorrência, ao ser comunicados sobre o fato se deslocaram até o local e encontraram o corpo da vítima em estado avançado de putrefação em cima de um colchão.De acordo com os vizinhos, a vitima estava passando por depressão.

Francisco das Chagas Monteiro, matou sua esposa  Maria do Carmo  estrangulada com o fio de um ferro de passar roupa, na tarde de quarta-feira dia 23 de março de 2016 no bairro Deus me Deu, em José de Freitas. Os dois viviam juntos havia quatro anos e a mulher queria sair de casa, mas ele não aceitava a decisão. O caso foi caracterizado como feminicídio.

Fonte: realidadeemfoco

Polícia prende suspeitos de matar jovem em José de Freitas

A Polícia Civil de José de Freitas, no Piauí, com o apoio da Polícia Militar deu cumprimento no início da tarde desta segunda-feira (18 de fevereiro de 2019), na cidade de José de Freitas, a 48 km de Teresina, a dois mandados de prisões temporárias contra Wanderson do Nascimento e José Lucas Lima da Silva, vulgo “Twhô”, suspeitos de envolvimento no assassinato do jovem Francisco Carlos Gomes de Oliveira, vulgo “Colate”, que foi morto com um tiro na cabeça na madrugada do dia 22 de dezembro de 2018, na cidade de José de Freitas-PI.

De acordo com a Polícia Civil, conforme investigações já realizadas existem fortes indícios da participação de Wanderson do Nascimento e de José Lucas Lima da Silva, no assassinato de “Colate”, que foi executado com um tiro na cabeça, na Rua Jacob Sampaio Almendra, próximo a Escola Municipal Agripina Portela, no bairro Santa Rosa, quando conduzia a sua namorada na garupa de sua motocicleta.

A vítima Francisco Carlos Gomes de Oliveira, o “Colate”, de 21 anos, já tinha passagem pela polícia e teria envolvimento com drogas.

Após várias diligências, policiais lotados no 17º DP, na cidade de José de Freitas-PI, colheram várias informações, que apontam a participação de Wanderson do Nascimento e de José Lucas Lima da Silva na execução de Francisco Carlos Gomes de Oliveira, o “Colate”.

De acordo com a Polícia Civil, o crime foi praticado em razão de um desentendimento entre “Colate” e Wanderson do Nascimento, por causa de uma arma de fogo que “Colate” emprestou para Wanderson e este nunca devolveu a referida arma para “Colate”, e dai então, teve o desentendimento que terminou com a execução de “Colate”. O suspeito Wanderson do Nascimento já tem passagens na Polícia de José de Freitas desde que era menor de 18 anos.

Os policiais civis lotados no 17º DP em José de Freitas, continuam realizando investigações para chegar a elucidação integral do assassinato de “Colate”. Os suspeitos Wanderson do Nascimento e José Lucas Lima da Silva foram levados para a Delegacia da Polícia Civil de José de Freitas, onde foram ouvidos pelo delegado Willon Gomes e se encontram recolhidos em uma das celas. Os dois suspeitos, a pedido da Polícia Civil, tiveram as prisões temporárias decretadas pela Justiça de José de Freitas, a fim de que sejam concluídas as investigações em torno do assassinato do jovem “Colate”.

Fonte: realidademefoco

Motoristas reclamam de buracos e riscos de acidente na PI-113

Os motoristas que trafegam pela PI-113 denunciaram à TV Cidade Verde que a estrada está cheia de buracos e praticamente impossível de trafegar. Eles relatam que a situação da rodovia, entre as cidades de José de Freitas e Cabeceiras, é considerada crítica. 

Devido os problemas no asfaltamento, a atenção precisa ser redobrada nesta época do ano em que as chuvas são mais frequentes.

Eles relatam ainda que os buracos podem ocasionar acidentes já que ao tentar desviar os motoristas podem perder o controle na direção ou até mesmo ter o pneu estourado ao cair em um.

Em imagens enviados é possível ter dimensão do estrago na PI-113. 

O Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER) informou que já foi outorgada a obra de recuperação imediata na PI-113  entre José de Freitas e Cabeceiras.

Carlienne Carpaso
Com informações do Jornal do Piauí
carlienne@cidadeverde.com

Homem é preso após incendiar casa com a esposa e filhos dentro

Um homem identificado como Carlos Gomes da Silva, conhecido como “Juquinha”, de 26 anos, foi preso por uma guarnição da Polícia Militar, no domingo (03), na Vila São Francisco, nas proximidades da Barragem do Bezerro, em José de Freitas, acusado de atear fogo em sua própria casa com os filhos menores e a esposa Lúcia no interior do imóvel, os quais foram salvos por vizinhos.

Segundo informações repassadas por vizinhos de “Juquinha”, na Vila São Francisco, ele trancou a casa com os filhos e a esposa no interior e em seguida tocou fogo na residência de palha de coco babaçu. 

Na ocasião houve muito clamor e desespero por parte dos filhos e da esposa de “Juquinha” que pediam por socorro e moradores da Vila São Francisco foram até a residência e arrombaram a porta e conseguiram resgatar Lúcia e os filhos. “Juquinha” teria colocado fogo em sua própria casa com os filhos no interior do imóvel, após ter tido um desentendimento com a sua esposa.

O jovem Marcos conta que estava em sua residência na Vila São Francisco, quando percebeu uma fumaça na casa de “Juquinha” e imediatamente se dirigiu ao local, onde encontrou a mulher dele (Juquinha) caída no piso da residência que era destruída pelo incêndio e inconsciente e uma criança recém-nascida ao lado e outros filhos menores também em pânico dentro da casa. Marcos conta que ele e outros moradores conseguiram retirar a mulher Lúcia e os filhos dela de dentro do imóvel sem sofrer nenhum ferimento, mas que todos os pertences da casa foram destruídos pelo incêndio, como eletrodomésticos, roupas, alimentos e outros objetos.

Fonte: realidadeemfoco

IML acha projétil no crânio do corpo carbonizado encontrado em porta-malas

(Foto: Reprodução Realidade em Foco)

O Instituto de Medicina Legal (IML) confirmou ao Cidadeverde.com que localizou um projétil de bala no crânio do corpo carbonizado encontrado dentro do porta-malas de um carro na cidade de José de Freitas, a 54 km de Teresina. O carro com o corpo dentro foi localizado na quarta-feira (30) no povoado Cipó. 

De acordo com o médico legista Antônio Nunes, a perícia indica que a vítima teria levado primeiro o tiro na cabeça e depois o corpo foi carbonizado. 

"Achamos um buraco na cabeça com a bala dentro. O corpo está muito carbonizado. Os dentes estão poucos para o exame. O exame de DNA deverá ser feito para confirmar a identidade da vítima", disse o médico. O DNA deverá ser enviado para o Maranhão ou Pernambuco. Não há prazo pare o resultado. 

Até o momento, a vítima permanece sem identificação. No entanto, os familiares do mecânico e corretor de veículos  Leonardo Lima Batista estiveram na sede do IML, na zona Sul de Teresina, afirmando ser dele o corpo. 


(Foto: arquivo pessoal)

Os familiares disseram ao Cidadeverde.com que um cordão localizado ao lado do corpo pertenceria ao rapaz. O médico legista disse que apenas o exame confirmará essa indicação, mas o corpo deverá ser liberado para sepultamento pelos supostos parentes.

Mesmo com a liberação do corpo, o atestado de óbito só será entregue após confirmação da identidade.   

Na oportunidade, o médico legista ressaltou que a inauguração do Instituto de DNA do Piauí está previsto para ocorrer até abril desse ano. Com isso, não será mais preciso enviar o material para exames em outros estados, agilizando o resultado. 



(Foto: Izabella Pimentel/ Cidadeverde.com)
 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Família crê que corpo carbonizado é de corretor que foi vítima de emboscada

(Foto: arquivo pessoal)

Familiares não tem dúvidas de que o corpo carbonizado encontrado dentro do porta-malas na cidade de José de Freitas, na Grande Teresina, é de Leonardo Lima Batista que trabalhava como corretor de veículos e mecânico de motos. Contudo, confirmação se dará por meio de exame da arcada dentária a ser realizado hoje e, caso confirmado, o corpo será liberado. 

O carro onde os restos mortais foram encontrados e um colar achado junto ao corpo levam a família a crer que, realmente, se trata de Leonardo e que o jovem teria sido vítima de uma emboscada. 

A esposa do jovem, não quis conceder entrevista e falou apenas que o marido saiu de Teresina às 13h de ontem (30) para ir a José de Freitas receber um dinheiro referente à venda de uma motocicleta. Ela acredita que ele foi vítima de uma emboscada, apesar de afirmar que em mais de um ano de relacionamento nunca ouviu o companheiro relatar que sofria ameaças. 

Muito abalada, a mãe do jovem, Maria do Amparo Batista, soube da possível morte do filho através da imprensa.

(Foto: Izabella Pimentel/ Cidadeverde.com)

“Na hora que eu vi o carro meu coração doeu. Ali era meu filho. É muita dor. Nunca pensei do meu filho morrer desse jeito. Ontem de manhã ele acordou, me deu um beijo e disse que ia ali e voltava já”, disse a mãe. 

(Foto: Izabella Pimentel/ Cidadeverde.com)

Maria do Amparo também afirma que o filho nunca relatou ameaças. “Meu filho nunca reclamou de nada”, disse. A família pede justiça.

Os familiares também mostraram ao IML fotos do jovem usando um colar semelhante que está no corpo da vítima encontrada carbonizada no carro. Parentes também reconheceram o Siena De cor branca como o memso que Leonardo comprou há uma semana.

 

Flash Izabella Pimentel
Redação Graciane Sousa
redacao@cidadeverde.com

Corpo carbonizado achado em porta-malas de carro seria de jovem de 24 anos

(Foto: Reprodução Realidade em Foco)

Atualizada às 9h31

Supostos familiares da pessoa morta carbonizada dentro de um carro, nessa quarta-feira em José de Freitas, afirmam  que a vítima tinha apenas 24 anos. 

A esposa da suposta vítima  esteve ainda ontem no Instituto Médico Legal e assegurou que o corpo é de seu marido. No entanto, o IML ainda não fez exames que comprovem a identidade dos restos mortais. 

A mulher disse que seu marido foi à José de Freitas fazer negócios de venda de veículos. Ela afirma ter reconhecido o carro pela placa, um Siena de cor branca. 

Os familiares também mostraram ao IML fotos de um jovem usando o mesmo colar que está no corpo da vítima encontrada carbonizada no carro. Informações apuradas pelo Cidadeverde.com apontam que vítima foi queimada viva. 

A família deve comparecer hoje ao IML. Um exame de arcada dentária deve ser feito e, caso não seja possível a realização, será pedida a análise de DNA da vítima. Este último é feito no Rio Grande do Norte.

Matéria original

Um carro em chamas foi encontrado pela Polícia Militar no povoado Cipó, na estrada do município de José de Freitas, na Grande Teresina. No porta-malas foi encontrado um corpo carbonizado. 

O veículo foi localizado durante a tarde desta quarta-feira (30). O corpo estava totalmente carbonizado e visualmente não era possível identificar o sexo da vítima. 

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) durante a noite e ainda não foi confirmada a identidade da vítima. Contudo, uma mulher compareceu ao IML e reconheceu um colar e a placa do veículo que, possivelmente, seriam do esposo dela. Ela aguardava a chegada da sogra para a realização de um exame de DNA. O esposo dessa mulher trabalhava como corretor de veículos, no centro de Teresina, em frente ao Verdão. 

 

Flash de Izabella Pimentel
Com informações Notícia da Manhã
redacao@cidadeverde.com

Posts anteriores